Na abertura da temporada, Arsenal e Chelsea se enfrentam na Supercopa da Inglaterra

Rivais farão a primeira partida do calendário do futebol inglês, disputando a segunda final consecutiva entre si

Na abertura da temporada, Arsenal e Chelsea se enfrentam na Supercopa da Inglaterra
Foto: Hugo Alves / Editoria de Arte VAVEL Brasil
Arsenal
Chelsea
Arsenal: Cech; Koscielny, Mertesacker, Monreal; Bellerin, Ramsey, Xhaka, Kolasinac; Ozil, Welbeck, Lacazette. Técnico: Wenger.
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Luiz, Cahill; Moses, Fabregas, Kante, Alonso; Willian, Morata, Batshuayi. Técnico: Conte.
ÁRBITRO: Robert Madley (ing)
INCIDENCIAS: partida válida pela supercopa da inglaterra, disputada no estádio de wembley, em londres, na inglaterra.

Na manhã desse domingo (6), às 10h, Arsenal e Chelsea abrem o calendário do futebol inglês ao disputarem a Supercopa da Inglaterra. Ambas as equipes vêm de suas pré-temporadas e devem promover um bom começo oficial com o clássico londrino disputado no Estádio de Wembley.

A competição ocorre todo início de temporada e os participantes são o campeão da Copa da Inglaterra e o da Premier League. Na última época, os Blues conquistaram a liga com 93 pontos, enquanto os Gunners triunfaram na final da copa, conquistando-a pela 13ª vez.

O Arsenal disputou seis partidas amistosas nesse período, vencendo três, empatando uma e perdendo duas. Por sua vez, o Chelsea jogou três jogos e venceu apenas um. Os dois clubes chegaram a se enfrentar no dia 22 de julho, quando os Blues triunfaram por 3 a 0.

Vale lembrar que a partida desse fim de semana servirá como uma forma para arrecadar fundos às vítimas do incêndio na Grenfell Tower, em Londres. A notícia foi oficializada pelas equipes há algum tempo e a medida deve arrecadar mais de R$ 5 milhões.

Arsenal chega com dúvidas para a partida

Buscando a vitória para acalmar um pouco os torcedores após a permanência de Arsène Wenger, muito criticado, os Gunners ainda não devem ter todo o elenco disponível para a partida. Alguns jogadores dependem da decisão do técnico para jogar, como é o caso de Alexis Sánchez e Shkodran Mustafi, que voltaram de férias há pouco tempo.

Enquanto certos atletas podem ficar de fora, outros importantes devem ser escalados. Mesut Özil, que havia tido problemas no tornozelo, e Aaron Ramsey, muscular, são as principais peças que devem voltar à equipe titular. 

Arsenal treinou neste sábado (Foto: Divulgação / Arsenal FC)
Arsenal treinou neste sábado (Foto: Divulgação / Arsenal FC)

As duas contratações dos Gunners nesta janela, Alexandre Lacazette e Sead Kolasinac, também devem iniciar a partida. A única certeza de ausência é a de Francis Coquelin, com lesão nos ligamentos do tornozelo.

Wenger enfatizou a importância da Supercopa para o time em geral, podendo conquistar o segundo título consecutivo. Ele também elogiou os rivais, mas mostrou otimismo em relação à partida.

"Para nós, é uma boa oportunidade para repetir o desempenho da final passada e dar concorrência aos jogadores, que precisam disso. Temos um troféu em jogo e queremos vencê-lo. (...) O Chelsea manteve boa parte do seu elenco, adicionando reforços pontuais. Por isso, acho que podem sim lutar por títulos esse ano", afirmou.

Chelsea sofre com vários desfalques importantes

Vindo de uma pré-temporada ruim, os Blues desejam mostrar a força do elenco conquistando a primeira competição oficial da Inglaterra. No entanto, a ausência de peças significativas pode impedir que a equipe tenha um bom desempenho contra o adversário londrino.

O belga Eden Hazard, que vem de temporadas muito boas, não estará disponível, visto que ainda se recupera da fratura no tornozelo. Além dele, o brasileiro Diego Costa permanece afastado do grupo. Bakayoko também não joga, pois está se recuperando de uma cirurgia no joelho.

Enquanto Pedro continua como dúvida por causa de lesões no rosto, a recente contratação Álvaro Morata deve começar como titular ao lado de Michy Batshuayi.

Foto: Divulgação / Chelsea FC
Foto: Divulgação / Chelsea FC

O técnico Antonio Conte falou sobre a "revanche" contra os Gunners, e também se mostrou otimista e animado em relação ao jogo. Apesar disso, o italiano elogiou o grupo rival.

"Foi uma pena perder a final da Copa da Inglaterra contra o Arsenal depois de uma temporada excelente. Agora, é outro jogo. Sabemos muito bem que eles são uma equipe forte. Esperamos um jogo difícil e queremos começar a temporada com uma vitória. (...) É um jogo importante, com certeza", finalizou.