Wenger vê Sánchez como pilar para Arsenal disputar título inglês: "Quer vencer sempre"

Chileno ainda não deu indícios de renovação com Gunners e entra em seu último ano de contrato sob fortes especulações sobre seu futuro

Wenger vê Sánchez como pilar para Arsenal disputar título inglês: "Quer vencer sempre"
Foto: Getty Images

Muito se falou em cima de uma possível saída de Alexis Sánchez do Arsenal nesta temporada. O atleta, porém, já voltou a treinar com o clube após ter participado da Copa das Confederações pelo Chile, e de acordo com o técnico Arsène Wenger, o atacante não deixará de ser um Gunner nesta temporada, acreditando que o camisa 7 será fundamental para clube conquistar seus objetivos. 

Wenger já disse que Sánchez não pediu para deixar o time, apesar de diversos rumores dizerem o contrário. O chileno tem contrato até o ano que vem e Arsène acredita que ele respeite o acordo. Perguntado se acredita que Alexis dará seu melhor se continuar no clube no fim da janela de transferências, o treinador francês respondeu: "Claro, por que não?"

"Minha convicção é que é sempre do seu interesse, mesmo em um contrato de curto período, jogar bem. E ele tem esse caráter", disse Wenger. "É um vencedor, quando ele entra em campo, quer vencer sempre. Ele ama futebol", acrescentou. 

"Quando você faz 75 pontos [quantidade de pontos do Arsenal na temporada passada] seu objetivo é conseguir mais 10 do que isso. Aí sim está na briga pelo título", acrescentou Wenger, que vê em Sánchez potencial pra liderar o time chegar aos 85 pontos.

Arsène ainda comentou sobre conseguir vaga na Champions League a partir de título da Europa League e se posicionou contra: "Sempre fui contra isso. Porque além do Manchester United, que ganhou a Europa League, todos os anos antes sempre era um time que estava fora da Champions League porque foi eliminada dela antes".

O treinador ainda se posicionou sobre a forma de pensamento que seus comandados precisam ter para disputar o certame internacional. "Você não pode começar uma temporada pensando que chegará à Champions League por meio da Europa League. Eu sempre vou escalar um time que tem boas chances de vencer o próximo jogo. Se na Europa League pudermos às vezes descansar alguns jogadores, descansaremos. Mas temos que nos adaptar ao nível da competição e ver primeiro o tipo de grupo que jogarmos", encerrou Wenger.


Share on Facebook