Invictos no começo da Premier League, City e Liverpool abrem quarta rodada com clássico

Após duas vitórias e um empate em três jogos, Citizens e Reds abrem a nova rodada do campeonato inglês com um grande jogo em Manchester

Invictos no começo da Premier League, City e Liverpool abrem quarta rodada com clássico
Foto: Editoria de Arte/VAVEL Brasil
Manchester City
Liverpool
Manchester City: Ederson; Walker, Stones, Otamendi e Mendy; Fernandinho, David Silva, De Bruyne e Sané (Bernardo Silva); Gabriel Jesus e Agüero. Técnico: Pep Guardiola.
Liverpool: Mignolet (Karius); Gomez (Alexander-Arnold), Matip, Lovren e Alberto Moreno; Henderson, Wijnaldum e Can; Mané, Salah e Roberto Firmino. Técnico: Jürgen Klopp.
ÁRBITRO: Jonathan Moss, auxiliado por Eddie Smart e Andy Halliday, com Craig Pawson como 4º árbitro.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 4ª rodada da Premier League, a ser disputada no Etihad Stadium, em Manchester.

A quarta rodada da temporada 2017/18 da Premier League terá mais um clássico logo em sua abertura. Neste sábado (9), às 8h30, hora de Brasília, Manchester City e Liverpool duelam no Etihad Stadium, em Manchester. As duas equipes ainda estão invictas e fizeram exatamente a mesma campanha até agora, com duas vitórias e um empate, podendo até mesmo assumir a liderança da tabela de acordo com a combinação de resultados no fim de semana.

O Manchester City vem de uma vitória suada contra o Bournemouth por 2 a 1, fora de casa, onde Raheem Sterling fez o gol do triunfo aos 52 minutos do segundo tempo (nos dois primeiros jogos, bateu o Brighton and Hove Albion fora por 2 a 0 e empatou dentro de casa com o Everton em 1 a 1). Já o Liverpool, que começou o campeonato com um empate em 3 a 3 contra o Watford, vem de duas vitórias seguidas em casa – 1 a 0 contra o Crystal Palace e um 4 a 0 arrasador no clássico contra o Arsenal.

Na temporada passada, os times se enfrentaram apenas duas vezes, ambas pela Premier League: no primeiro turno, vitória do Liverpool por 1 a 0 em Anfield Road, com gol de Georginio Wijnaldum. No segundo turno, no Etihad Stadium, empate em 1 a 1, com Sergio Agüero marcando para os mandantes e James Milner para os visitantes.

Ex-jogador do City, Milner aplicou a “lei do ex” pelo Liverpool na última temporada (Foto: Getty Images)
Ex-jogador do City, Milner aplicou a “lei do ex” pelo Liverpool na última temporada (Foto: Getty Images)

City tem Walker de volta, Kompany fora e possível retorno de Gündogan

O time da casa terá um reforço importante confirmado: Kyle Walker. Após ter sido expulso no empate contra o Everton, o lateral-direito foi substituído pelo reserva Danilo contra o Bournemouth, e volta à titularidade no jogo de sábado. Em compensação, Sterling, que marcou nos dois últimos jogos, está suspenso após ter sido expulso contra o Bournemouth e fica fora da lista de relacionados. O lateral-esquerdo Benjamin Mendy e o meia Fabian Delph, que se recuperaram de lesões e foram relacionados na última partida (com o primeiro inclusive sendo titular), são outros dois reforços para o técnico Pep Guardiola contra o Liverpool.

Neste jogo, os Citizens podem contar com um retorno especial. O volante Ilkay Gündogan já está treinando com o time e pode voltar a ser relacionado após longos nove meses de ausência. O alemão rompeu os ligamentos do joelho direito contra o Watford, em dezembro de 2016, e desde então não joga uma partida oficial pela equipe principal. Ele esteve em campo num amistoso contra o Girona, da Espanha, em agosto, e participou de 62 minutos no último duelo do time de base do City contra o Leicester pela Premier League 2, liga de desenvolvimento que serve como base para a principal.

Gündogan esteve em campo pela Premier League 2 e pode ser relacionado contra o Liverpool (Foto: Divulgação/Manchester City FC)
Gündogan esteve em campo pela Premier League 2 e pode ser relacionado contra o Liverpool (Foto: Divulgação/Manchester City FC)

Porém, o time irá ter uma baixa importante. O zagueiro Vicent Kompany sofreu uma lesão na panturrilha durante a rodada da data FIFA pela Bélgica e não deve estar disponível para a partida. Guardiola expressou nesta sexta-feira (8) sua decepção pelo desfalque, mas mostrou confiança nos possíveis substitutos do capitão de sua equipe.

Não acho que ele (Kompany) estará disponível amanhã. Estou triste. Nos últimos sete, oito, nove jogos ele jogou sem problema. Na pré-temporada cuidamos dele e ele participou de todos os três jogos. Agora infelizmente o perdemos, mas tentaremos deixá-lo bem o mais rápido possível. A janela acabou. Pensávamos que talvez precisássemos de outro zagueiro, mas temos Mangala, Tosin e outros jogadores que podem estar nessa posição”, disse o comandante espanhol.

Embalado após goleada, Liverpool segue para mais um clássico sem Coutinho

Os visitantes não devem ter mudanças em relação ao elenco que disputou os últimos jogos. O lateral-direito Nathaniel Clyne, que ainda não disputou nenhuma partida oficial na temporada graças a uma lesão nas costas, ficará por mais um tempo inativo – o técnico Jürgen Klopp já afirmou que, apesar do trabalho duro, o atleta ainda deve ficar de fora por mais algumas semanas, e continuará sendo observado. O meia Adam Lallana, que sofreu uma lesão na coxa ainda durante a pré-temporada, em agosto, também segue de fora por mais tempo e não joga neste sábado.

E a grande dúvida dos Reds estava em sua grande estrela: Philippe Coutinho. Envolvido em uma longa novela de uma possível transferência para o Barcelona (sem sucesso) que gerou um clima pesado no clube, o meia ainda não havia jogado na temporada com uma lesão nas costas. Porém, o brasileiro participou de alguns minutos nos dois jogos da Seleção Brasileira na data FIFA, contra Equador e Colômbia, o que animou aqueles que esperavam sua possível volta ao time. Na quinta-feira (7), inclusive, Coutinho voltou a treinar normalmente com seus companheiros em Liverpool.

Coutinho enfim voltou aos treinos pelo Liverpool, mas não joga contra o City (Foto: Divulgação/Liverpool FC)
Coutinho enfim voltou aos treinos pelo Liverpool, mas não joga contra o City (Foto: Divulgação/Liverpool FC)

Porém, nesta sexta-feira (8), Jürgen Klopp confirmou em coletiva que Coutinho segue fora. Ele afirmou que o camisa 10 precisa treinar um pouco mais para recuperar a condição física (considerando também a dura sequência próxima no calendário) e decidiu não relacioná-lo para o jogo no Etihad Stadium. Apesar disso, o técnico alemão deixou claro que está tudo bem internamente, que o brasileiro voltou a treinar com bom humor e entendeu completamente a situação que irá tirá-lo do duelo no sábado.

Eu tenho que tomar uma decisão. Estava muito claro, temos sete jogos nas próximas três semanas. Não teremos tempo para treinar, então tivemos essa conversa. Antes de ele ir para o Brasil, estava sem poder treinar por mais ou menos três semanas e isso significa que temos que prepará-lo para o resto da temporada, e isso é um pouco complicado com nossas partidas e calendário. Então decidi deixá-lo de fora do time contra o City, para que possamos utilizar esses quatro ou cinco dias para treinos. E ele concordou completamente, não foi algo em que ele disse ‘não, não preciso de treino, quero jogar’ ou algo do tipo. Foi uma boa conversa”, disse o treinador.