Kanté pratica 'lei do ex', Chelsea vence Leicester e se aproxima dos líderes

Volante, que não marca muitos gols, aconteceu de fazer contra seu ex-time

Kanté pratica 'lei do ex', Chelsea vence Leicester e se aproxima dos líderes
Morata segue com o bom início de temporada (Foto: Michael Regan/Getty Images)
Leicester
1 2
Chelsea
Leicester: Schmeichel; Simpson, Morgan, Maguire, Fuchs; Mahrez, Ndidi, James (78' Iheanacho), Albrighton (46' King); Slimani (46' Gray), Vardy
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, David Luiz, Rüdiger; Moses (74' Zappacosta), Kanté, Bakayoko, Alonso; Pedro (63' Willian), Fàbregas (78' Hazard), Morata
Placar: 41' Morata (CHE), 50' Kanté (CHE), 62' Vardy (LEI)
ÁRBITRO: Lee Mason | AMARELOS: 83' Ndidi (LEI)
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada da Premier League realizada no King Power Stadium, em Leicester, Inglaterra

O Chelsea segue se recuperando de uma estreia para esquecer na Premier League e chegou a terceira vitória consecutiva na competição. Enfrentando no Leicester no King Power Stadium, os Blues dominaram completamente a partida, apesar de ter sofrido em alguns momentos e venceram por a 1.

Os campeões da temporada 2015/16 não repetem o mesmo futebol daquela época e tem muita dificuldade para criar jogadas ofensivas e deu apenas duas finalizações ao gol de Courtois, uma delas sendo de pênalti. O Chelsea pressionou durante todo o primeiro tempo e abriu o marcador já no final da etapa com Álvaro Morata, que chegou ao terceiro gol em quatro jogos. Logo no início do segundo tempo, Kanté praticou a "lei do ex" e marcou o segundo. Vardy chegou a diminuir o marcador de pênalti, mas pouco adiantou.

Com a vitória o Chelsea chegou a nove pontos na classificação assumindo a terceira colocação. Já o Leicester está próximo da zona de rebaixamento, na 17ª colocação. Os foxes voltam a campo no sábado (16), indo até Huddersfield enfrentar os donos da casa. O Chelsea volta a campo já nesta terça-feira (12) contra o Karabakh, do Azerbaijão, pela Champions League. E no domingo (17), enfrenta o Arsenal no clássico londrino.

Chelsea domina e sai premiado na primeira etapa

Os primeiros cinco minutos foram de muita marcação pelas duas equipes. Sem muito espaço, os times eram obrigados a dar lançamentos longos, errando muitos passes. Apesar desse início complicado, o Chelsea logo foi encontrando os espaços. Com dez minutos, Fàbregas lançou Morata entre os zagueiros. O atacante dos blues tentou a finalização de primeira e acabou errando o chute, desperdiçando ótima oportunidade. Depois desse lance foram mais de dez minutos sem nenhuma grande chance na partida. O Chelsea cercava mas não conseguia levar perigo ao gol de Schmeichel.

Aos 23, Moses recebeu de Fàbregas na ponta direita, foi a linha de fundo e cruzou, mas Morgan cortou bem antes da chegada do ataque do Chelsea. A resposta dos donos da casa aconteceu dois minutos depois. Vardy recebeu entre Rüdiger e David Luiz e bateu cruzado, para fora. Apesar dessa chegada, era o Chelsea que dominava a partida. Chegando a 68% de posse de bola, os blues trocavam muitos passes, mas com poucas finalizações.

A melhor chance do Chelsea aconteceu aos 33. Kanté ganhou a dividida na entrada da área do Leicester e tocou para Morata, que dominou e chutou em cima de Morgan. Quase com 40 minutos de jogo, o Leicester conseguiu acertar seu primeiro contra-ataque. Mahrez arrancou num dois contra um, cortou um rival e tocou para Slimani na área, que chutou e obrigou Courtois a fazer grande defesa.

Porém, já chegando a reta final da primeira etapa a partida ganhou velocidade e emoção. Aos 41, o Chelsea abriu o placar. Azpilicueta cruzou da direita na cabeça de Morata, que ganhou da defesa pelo alto e tocou sem chance de defesa para o goleiro do Leicester. Atrás do placar, os foxes foram para o ataque em busca do empate ainda no primeiro tempo. Em jogadas aéreas, quase chegaram ao gol, mas esbarraram na forte defesa londrina.

Leicester sofre o segundo gol e não consegue se recuperar

Precisando reverter o resultado, o técnico Craig Shakespeare fez alterações, deixando o Leicester mais ofensivo. Mas, quem chegou ao gol foi o Chelsea. Logo aos 5, Kanté dominou fora da área, e, de muito longe, chutou rasteiro e acertou o canto direito do goleiro Schmeichel, fazendo o segundo dos blues. Voltando displicente, os foxes deixavam os visitantes tocarem a bola com facilidade e jogadores decisivos fazerem o jogo com liberdade. Aos 11, Fàbregas tabelou com Pedro e ficou de frente para o gol, mas finalizou mal, desperdiçando a oportunidade de fazer o terceiro gol.

Jogo era controlado pelo Chelsea até uma falha de Azpilicueta. O zagueiro fez um recuo apertado para o goleiro Courtois. Vardy se antecipou ao goleiro que acabou cometendo pênalti no atacante. O mesmo Vardy foi para a cobrança, mandou no meio do gol e recolocou o Leiceter na partida, fazendo o primeiro gol.

Apesar do gol, o Leicester não conseguiu fazer a pressão esperada em busca do empate. Enquanto isso, o Chelsea acalmava a partida tocando muitos passes. Aos 35, quase o Chelsea chegou ao terceiro. Hazard tocou para o estreante Zappacosta na direita da área, o lateral chutou cruzado e a bola passou raspando a trave. Aos 41 foi a vez de Willian quase marcar. O brasileiro recebeu pelo lado esquerdo, cortou para dentro e finalizou colocado, quase acertando o ângulo.

Já nos acréscimos, o Leicester foi para o abafa e quase chegou ao empate. Após cruzamento da direita, a bola passou por Vardy, que chegou atrasado de cabeça.