Guardiola reconhece falta de intenção em lance com Ederson e brinca: "Talvez fique mais bonito"

Espanhol também reiterou a importância do brasileiro para o time, mas não soube informar se ele joga pela Champions League no meio de semana

Guardiola reconhece falta de intenção em lance com Ederson e brinca: "Talvez fique mais bonito"
Treinador também explicou o porquê da necessidade do goleiro de sair da área (Foto: Victoria Haydn / Getty Images)

Manchester City e Liverpool abriram a quarta rodada da Premier League 2017/18 neste sábado (9) e nem a vitória dos Citizens por notórios 5 a 0 mudaram o foco da conversa nas coletivas de imprensa dos dois técnicos. Pep Guardiola, treinador do time azul de Manchester, interpretou o lance como não tendo maldade por parte de Mané quando se chocou com Ederson, garantiu que o brasileiro sentiu a pancada, mas brincou dizendo que 'pode ficar mais bonito'. 

Ainda no primeiro tempo, Mané recebeu bola em profundidade e correu de encontro ao esférico. Característica da forma de Guardiola jogar, o goleiro do City correu para tentar evitar o desastre fora da área. No fim das contas, ambos se chocaram e o atacante, sempre visando a bola, acertou com seu pé o Ederson. Pep notou que não houve maldade no lance. 

"Não houve intenção por parte de Mané, porque ele não viu Ederson; mas ele sentiu [a pancada]", comentou na entrevista coletiva pós-jogo. "É de se esperar que ele possa andar, mas não sabemos se entrará em campo no próximo jogo. Ele é muito importante para nós, mas felizmente não teve um osso quebrado. Talvez ele será mais bonito depois disso", acrescentou o espanhol, incluindo uma brincadeira no fim.

Klopp não concorda com expulsão de Mané no revés para o City: "Um acidente"

Completando o raciocínio no lance, o técnico catalão ainda analisou brevemente o motivo de Ederson ter saído do gol, além de ter exaltado a bravura do seu goleiro. "Nós jogamos com a linha tão alta, que o goleiro precisa sair da área para ajudar na parte defensiva. Não foi a primeira vez que ele saiu assim. Foi muito bravo, dele. Infelizmente se machucou, mas espero poder contar com ele novamente, porque é extremamente importante para nós", encerrou no assunto. 

Com a expulsão de Mané, o City jogou com um homem a mais por quase 60 minutos, o que foi visto de maneira positiva por Pep do ponto de vista da performance da equipe, embora o treinador não veja essas situações como as mais fáceis. 

"Tendo dois times jogando naquele nível por 50 minutos sendo que estavam dez contra 11 foi uma boa vantagem. O jogo estava bem nivelado quando estávamos com os times igualados, mas, embora não seja fácil jogar contra dez homens, o segundo gol nos ajudou bastante", declarou, falando ainda que disse aos seus jogadores no intervalo para não deixar os adversários correram, ou transformar um jogo com subidas e descidas.