Chris Wood marca novamente, Burnley vence e Palace continua sem pontuar na Premier League

Atacante neozelandês marcou o segundo gol em dois jogos com a camisa dos Clarets; começo de Frank De Boer na PL não é dos melhores: quatro derrotas em quatro jogos

Chris Wood marca novamente, Burnley vence e Palace continua sem pontuar na Premier League
O jogador mais caro da história do clube está fazendo jus ao valor pago (Foto: Laurence Griffiths / Getty Images)

Em um dos três jogos restantes na quarta rodada da Premier League 2017/18, o Burnley recebeu o Crystal Palace na manhã deste domingo (10) no Turf Moon e o time da casa acabou levando a melhor ao vencer por 1 a 0, com gol de Chris Wood, fazendo o seu segundo gol com a camisa dos Clarets e o primeiro jogando como titular. A derrota para os Eagles sela a quarta nos quatro jogos possíveis. 

O triunfo garante mais três pontos aos anfitriões e, consequentemente, a chega nos sete pontos na tabela de classificação. Essa pontuação coloca a equipe na sétima posição, logo uma posição acima do Liverpool. O revés do Palace, por outro lado, deixa a equipe na 19ª colocação, podendo inclusive chegar na lanterna caso o West Ham pontue ainda nesta ronda.

As equipes retornam a campo no próximo final de semana, quando os Clarets viajam para Merseyside e enfrentam o Liverpool, no sábado (16) às 11h, enquanto que os londrinos recebem o Southampton no mesmo dia, mas às 8h30. Ambos os horários pelo de Brasília. 

Indesejado no Manchester City, Nasri assina com Antalyaspor, equipe de Eto'o

Precisando do resultado, os dois times entraram em campo colocando alguma intensidade nos minutos iniciais. Essa vontade por parte do Burnley foi recompensada no terceiro minuto, quando Chris Wood aproveitou passe fraco de Chung Yong-Lee ainda do campo de ataque buscando o goleiro. O neozelandês aproveitou o erro e bateu de primeira na saída de Hennessey para fazer o primeiro gol e único do jogo. 

O Palace bem que tentou responder duas vezes nos próximos cinco minutos, uma com Scott Dann e outra com Benteke, mas sem sucesso para igualar o placar. Depois disso, a partida ficou com um ar mais morno, com as duas equipes diminuindo mais a intensidade e velocidade apresentadas nos minutos iniciais. 

Já na segunda etapa, os visitantes continuaram tendo maior posse de bola, já que estavam em desvantagem. A ideia dos donos da casa seria de aproveitar uma possível desajeitada na defesa e surpreendê-la quando estivesse vulnerável. Nem a posse de bola e os contra-ataques dos Clarets resultaram em mais algum gol no jogo, embora os londrinos tivessem chegado bem próximo algumas vezes.