Buscando manter boa sequência em casa, Arsenal recebe Brighton pela Premier League

Gunners buscam a nona vitória seguida pela Premier League no Emirates Stadium, enquanto Seagulls querem se afastar da parte de baixo da tabela

Buscando manter boa sequência em casa, Arsenal recebe Brighton pela Premier League
Último confronto entre ambos foi na FA Cup de 2015 (Foto: Matthew Ashton/Getty Images)
Arsenal
Brighton and Hove Albion
Arsenal: Cech; Koscielny (Holding), Mustafi e Monreal; Bellerín, Elneny, Xhaka e Kolasinac; Ramsey e Sánchez; Lacazette. Técnico: Arsène Wenger.
Brighton and Hove Albion: Ryan (Krul); Bruno, Duffy, Dunk e Suttner; Stephens, Pröpper, Knockaert e March; Gross e Murray (Brown). Técnico: Chris Hughton.
ÁRBITRO: Kevin Friend, auxiliado por Stuart Burt e Ian Hussin, com Roger East como quarto árbitro.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7ª rodada da Premier League, a ser realizada no Emirates Stadium, em Londres.

A sétima rodada da temporada 2017/18 da Premier League terá três jogos neste domingo (1º de outubro). E o primeiro deles será entre Arsenal e Brighton and Hove Albion, no Emirates Stadium, em Londres, às 8h da manhã (hora de Brasília). As duas equipes tem objetivos distintos nesta partida: os Gunners, com 10 pontos, estão em sétimo lugar e podem até mesmo assumir a terceira posição em caso de vitória; já os Seagulls, no 13º posto com sete pontos, querem o triunfo para se afastarem da zona de rebaixamento – no momento, a distância para o 18º colocado é de três pontos.

Os dois times vêm de resultados positivos na última rodada. Jogando em casa, o Arsenal venceu o West Bromwich por 2 a 0, com dois gols do atacante Alexandre Lacazette. Já o Brighton, também jogando em seus domínios, venceu o Newcastle por 1 a 0 com tento do atacante Tomer Hemed.

Como esta é a primeira temporada do Brighton na Premier League, os dois ainda não se enfrentaram no novo torneio. O último confronto pela primeira divisão inglesa foi ainda pelo seu formato antigo, em fevereiro de 1983, onde o Arsenal venceu em casa por 3 a 1. Depois disso, ambos se enfrentaram outras três vezes pela FA Cup, todas na casa do Brighton e com vitória do Arsenal – 2 a 1 em 1988 e 3 a 2 em 2013 e 2015.

O último jogo entre as equipes na primeira divisão goi há 34 anos, em 1982 (Foto: PA Images Archive/Getty Images)
O último jogo entre as equipes na primeira divisão goi há 34 anos, em 1982 (Foto: PA Images Archive/Getty Images)

Com Lacazette em grande fase, Arsenal busca nona vitória seguida em casa pela liga

O Arsenal vem de uma grande sequência de oito vitórias seguidas dentro do Emirates Stadium, segunda maior sequência de sua história - desde abril o time não desperdiça pontos em seus domínios. Contra o Brighton, o restrospecto também é excelente – são 11 vitórias, dois empates e duas derrotas em 15 jogos, sem nunca ter perdido uma partida como mandante.

Para o jogo deste domingo, serão quatro desfalques confirmados: o volante Francis Coquelin, os meias Santi Cazorla e Mesut Özil e o atacante Danny Welbeck. Sobre Özil, o técnico Arsène Wenger afirmou que, apesar de ter evoluído e quase terminado a recuperação de um problema no joelho, o alemão ainda não estará disponível para o duelo. Já o zagueiro Laurent Koscielny e o meia Alex Iwobi ainda são dúvidas. Ambos serão avaliados neste fim de semana e podem estar disponíveis para o confronto.

Os Gunners contam com o grande momento de seus atacantes para vencer. O titular da posição, Alexander Lacazette, veio do Lyon como a contratação mais cara da história do clube e vem dando conta do recado. O francês marcou em todos os jogos do time em casa até agora na temporada (incluindo dois no último jogo contra o West Brom) e já soma quatro tentos em seis jogos. Já seu compatriota Olivier Giroud conseguiu um número marcante ao deixar sua marca na vitória por 4 a 2 contra o BATE Borisov na quinta-feira, pela Europa League: chegou aos 100 gols com a camisa do clube, tornando-se o 19º da história a atingir tal feito.

Lacazette vem em grande fase e é o principal jogador do atual Arsenal (Foto: Mike Hewitt/Getty Images)
Lacazette vem em grande fase e é o principal jogador do atual Arsenal (Foto: Mike Hewitt/Getty Images)

O técnico Arsène Wenger falou sobre o momento do time na Premier League. Para ele, apesar de alguns times já terem começado o campeonato em uma condição melhor, sua equipe tem condições de vencer e continuar no objetivo de subir na tabela. “Parece que a liga está tomando forma. Sei que algumas equipes tiveram um grande começo e estamos em uma posição onde queremos tomar vantagem do nosso bom momento e capitalizar em casa. Estamos fortes e é importante continuarmos fortes. No geral, estou convencido de que o time estará bem focado no domingo”, disse o comandante francês.

Brighton quer se afastar do perigo em possível estreia de Krul pelo time na Premier League

Em sua temporada de estreia na Premier League, o Brighton ainda busca se estabelecer no meio da tabela. Os Seagulls tem duas vitórias, um empate e três derrotas em seis jogos, e ainda não triunfou jogando fora de casa. Os dois resultados positivos vieram no Falmer Stadium: 3 a 1 no West Bromwich e 1 a 0 no Newcastle. Ambos os jogos contaram com gols do atacante Tomar Hemed, mas, dessa vez, o israelense não poderá ajudar seu time.

Isso porque o atacante foi suspenso pela FA após a última partida, contra o Newcastle. Ele deu um pisão no lateral-direito DeAndre Yedlin, dos Magpies, e foi banido pelas próximas três partidas do campeonato. O árbitro não viu o lance no momento, mas as câmeras de TV flagraram e o incidente foi analisado por uma comissão formada por três árbitros escolhidos pela federação – eles decidiram tirar Hemed, que ainda tentou recorrer sem sucesso, dos jogos contra Arsenal, West Ham e Everton.

Além dele, o time do técnico Chris Hughton terá outros três desfalques: os meias Steve Sidwell e Beram Kayal, e o atacante Sam Baldock. Já os atacantes Glenn Murray e Izzy Brown, em fase final de recuperação, são dúvidas e podem estar disponíveis. Com isso, a principal arma do time segue sendo o meia Pascal Gross – o camisa 13 veio do Ingolstadt, da Alemanha, e, apesar de jogar teoricamente pelo centro, consegue armar boas jogadas pelo lado do campo, além de ser um perigo nas bolas paradas.

Krul pode estrear pelo Brighton na Premier League contra o Arsenal (Foto: Christopher Lee/Getty Images)
Krul pode estrear pelo Brighton na Premier League contra o Arsenal (Foto: Christopher Lee/Getty Images)

E a outra dúvida no time do Brighton é a respeito de uma contratação conhecida: o goleiro holandês Tim Krul, que passou as últimas 11 temporadas no Newcastle e transferiu-se aos Seagulls. O arqueiro que esteve com a Holanda na Copa do Mundo de 2014 e ficou mundialmente conhecido por entrar no fim da prorrogação e defender dois pênaltis na disputa contra a Costa Rica, nas quartas de final, chega para brigar por posição com o australiano Matt Ryan. Ele estreou na derrota por 1 a 0 para o Bournemouth pela Copa da Liga Inglesa e, na última rodada, justamente contra o Newcastle, foi relacionado e ficou no banco. Porém, o técnico Chris Hughton pode escalá-lo para estrear pela Premier League no novo time neste domingo.

Hughton falou nesta sexta-feira (29) sobre a decepção pela ausência de Hemed e a dúvida que ainda possui para escolher seu substituto no ataque. “Estamos desapontados. Conhecemos o jogador, sabemos que não houve intenção e por isso apelamos. Mas temos que seguir com isso. Já está sendo difícil de qualquer jeito sem Sam (Baldock) e Glenn (Murray). Mas o Gleen treinou esta manhã e iremos tomar uma decisão. Isso será baseado no seu envolvimento, ele esteve fora por um tempo e não queremos tomar riscos, já que estaremos sem Tomar (Hemed) por mais dois jogos”, afirmou.