Arsenal dá sequência à remontada, vence Brighton e chega ao sétimo jogo sem perder

Gunners ultrapassam um mês de invencibilidade em todas as competições e chegam à quinta posição; Brighton, em 14º, ainda pode cair para 15º nessa rodada

Arsenal dá sequência à remontada, vence Brighton e chega ao sétimo jogo sem perder
Iwobi (dir.) marcou o segundo gol dos Gunners (Foto: Mike Hewitt / Getty Images)
Arsenal
2 0
Brighton and Hove Albion
Arsenal: Cech; Holding, Mustafi, Monreal; Bellerín, Ramsey, Xhaka (Elneny 82'), Kolasinac; Iwobi Walcott 70'), Sánchez; Lacazette (Giroud 70').
Brighton and Hove Albion: Ryan; Bruno, Duffy, Dunk, Bong; March (Schelotto 72'), Stephens, Pröpper, Izquierdo (Knockaert 76'); GroB; Brown (Murray 76').
Placar: 1-0, min. 16, Monreal. 2-0, min. 56, Iwobi.
ÁRBITRO: Kevin Friend. Amarelos: GroB 17', Duffy 39'
INCIDENCIAS: partida válida pela sétima rodada da premier league 2017/18, realizado no emirates stadium, em londres, inglaterra.

Já faz pouco mais de um mês desde a última derrota do Arsenal. Na manhã deste domingo (1º), a vítima da vez foi o Brighton and Hove Albion, que viajou para Londres e enfrentar o time de Arsène Wenger pela sétima rodada da Premier League 2017/18. Nacho Monreal e Alex Iwobi marcaram para dar a vitória por 2 a 0 aos donos da casa e transformarem agora em sete jogos de invencibilidade por todas as competições.

O triunfo rendeu aos Gunners o 13º ponto na tabela, subindo para a quinta colocação. A pontuação, porém, é a mesma do rival Chelsea, mas os Blues levam o quarto lugar pelo critério de saldo de gols. Os Seagulls, por outro lado, fica na 14ª posição com ainda sete pontos conquistados. Pode ser ultrapassado pelo Everton, que ainda joga na rodada.

Com a pausa para a Data Fifa, os clubes só voltam a campo daqui duas semanas. No sábado (14), o Arsenal visita o Watford às 13h30 e o Brighton, no domingo, joga contra o Everton em casa, às 9h30. 

Monreal abre placar em gol 'sofrido'

O Arsenal, no primeiro tempo, dominou a posse de bola tendo 65% dela contra apenas 35% do adversário. Logo no segundo minuto, Lacazette acertou a trave, quando Iwobi mandou um levantamento para a entrada da área e o francês virou um voleio para o gol. Ela parecia ter endereço, mas caprichosamente acertou uma das traves para negar o primeiro gol Gunner na partida.

Três minutos depois, o Brighton acabou arriscando com uma cabeçada de Brown, mas a bola passou longe do gol. Dois minutos seguintes, Sánchez abre espaço no terço final e decide arrematar da entrada da área também, mas Ryan defende com conforto. Aos 13, Iwobi tenta a sua vez, quando girou e bateu com o pé esquerdo, mas o arqueiro dos visitantes acabou fazendo nova defesa apra evitar o ataque anfitrião. 

Arsenal precisou de três arremates no mesmo lance até que Monreal abrisse o placar (Foto: Julian Finney / Getty Images
Arsenal precisou de três arremates no mesmo lance até que Monreal abrisse o placar (Foto: Julian Finney / Getty Images

Aos 18 minutos, Monreal finalmente conseguiu abrir o placar. Finalmente mesmo. Depois de cruzamento na área, uma tentativa foi proferida, mas afastada. Na sequência, Mustafi tentou também, mas foi tirado em cima da linha. Depois, Bellerín chutou, mas pegou mal e a bola caiu nos pés de Monreal, que dominou e mandou de direita, abrindo o placar para o Arsenal. 

Com 23, March quase igualou a partida. Depois de grando jogada ensaiada em bola parada, o atleta recebeu na entrada da área e arrematou, mas viu a redonda acertar a trave e ir para fora. Para o fim da primeira etapa, resume-se que os Gunners conseguiram dominar a bola, abriram o placar e pecaram no terço final, mas o Brighton não desistiu de tentar empatar o confronto. 

Gunners marcam segundo e controlam resultado

A primeira chance da etapa final foi de Dunk mas foi com um chute de fora da área, para a defesa de Cech aos nove minutos. No seguinte, depois de grande jogada coletiva em espaços pequenos, Sánchez recebeu na entrada da área, invadiu-a e teve a inteligência de perceber Iwobi atrás, tocando para o companheiro com o calcanhar, que só teve o trabalho de tirar do goleiro para fazer o segundo. 

Com 16 minutos, Dunk salvou o Brighton duas vezes. Primeiro em chute de Sánchez, que recebeu na direita, levou para cima da marcação, abriu espaço e bateu rasteiro. A bola já havia passado por Ryan, mas o zagueiro conseguiu desviar para mandar para escanteio. Na cobrança, Xhaka colocou a bola na cabeça de Kolasinac, mas novamente o camisa 5 estava bem posicionado para tirar em cima da linha.

Quase próximo dos 40 minutos, Murray aproveitou cruzamento dentro da área e mandou de cabeça, mas à direita de Cech, não passando muito longe. Depois disso, Pröpper e Gross tentaram chegar ao primeiro gol no jogo, mas Cech viu o chute sair à sua esquerda. 

Momento da finalização do gol de Iwobi (Foto: Julian Finney / Getty Images)
Momento da finalização do gol de Iwobi (Foto: Julian Finney / Getty Images)