Ex-capitão da Inglaterra, Bryan Robson não vê nenhum jogador preparado para função

Com quatro candidatos, Southgate ainda não decidiu quem deve ser o jogador que receberá a braçadeira pós-Rooney

Ex-capitão da Inglaterra, Bryan Robson não vê nenhum jogador preparado para função
Inglês chegou a disputar três Copas do Mundo com a Seleção Inglesa (Foto: Ira L. Black / Corbis via Getty Images)

Desde a aposentadoria de Wayne Rooney do futebol de seleções, a Inglaterra ainda está para decidir quem será o seu novo capitão. Sob o comando de Gareth Southgate, quatro jogadores do atual elenco já foram testados como capitão pelo treinador, mas para Bryan Robson, ex-capitão da Seleção Inglesa, não há uma pessoa entre os atuais jogadores que passe a confiança necessária para ter a braçadeira.

O goleiro Joe Hart, o zagueiro Gary Cahill, o meia Jordan Henderson e o atacante Harry Kane são os favoritos para receberem o título de capitão do English Team, muito por ter sido os testados por Southgate. Robson, porém, não vê nenhum se destacar para um papel de tamanha importância e ainda explicou brevemente o que deve um capitão deve fazer.

"Não é um fardo [a ser carregado]", comentou o ex-Manchester United. "É apenas um jogador que pode liderar por exemplo, aproveitar e gostar do papel, entender o que o treinador passa e ajudar os companheiros. Eu não vejo um jogador que passe a confiança para você e te faça pensar 'esse cara certamente deveria ser o capitão da Inglaterra'", acrescentou o inglês que disputou três Copas do Mundo pela sua seleção.

Kane é um dos preferidos para assumir braçadeira de capitão (Foto: Shaun Botterill / Getty Images)
Kane é um dos preferidos para assumir braçadeira de capitão (Foto: Shaun Botterill / Getty Images)

Harry Kane, um dos candidatos, vem em ótima fase em sua carreira, tendo feito inclusive mais gols do que times inteiros na Premier League. O ex-técnico do English Team, Roy Hodgson, acha que o foco do camisa 10 do Tottenham deveria ser os gols que vem fazendo e não a responsabilidade a mais de capitanear o seu país, crendo que isso possa atrapalhá-lo. 

"Prefiro ver ele marcando gols e fazendo o que ele faz de melhor como um centroavante. O que pode acontecer é que a braçadeira pode pesar a mais nele e atrapalhar isso [papel de centroavante bem feito]. Claro que Kane tem um papel de líder no seu setor, como acontece nos outros setores, então cabe ao Southgate determinar se ele deve ter uma responsabilidade extra", declarou o técnico do Crystal Palace.

A Inglaterra está a um ponto de assegurar-se na Copa do Mundo da Rússia em 2018 e entra em campo contra a seleção da Eslovênia nesta quinta-feira (5), às 15h45 em Wembley para garantir a vaga no mundial.