Tottenham trava duelo com Bournemouth almejando se aproximar de líderes do Inglês

Equipes, que estão em lados invertidos na tabela de classificação, farão um duelo na Premier League; Tottenham busca dar fim à sequência sem vitórias em Wembley e Bournemouth tenta respirar na tabela após resultados ruins

Tottenham trava duelo com Bournemouth almejando se aproximar de líderes do Inglês
Arte: Gerson Barbosa/VAVEL Brasil
Tottenham
Bournemouth
Tottenham: Lloris; Alderweireld, Sánchez, Vertonghen; Trippier, Dier, Winks, Davies; Alli, Kane, Eriksen. Técnico: Mauricio Pochettino
Bournemouth: Begovic; Smith, Francis, Aké, Daniels; Pugh, Surman, Arter, Stanislas; Ibe (King); Defoe. Técnico: Eddie Howe.
INCIDENCIAS: Partida entre Tottenham e Bournemouth, válida pela 8ª rodada da Premier League, disputada no Wembley.

Após a parada para a Data Fifa, a Premier League proporcionará um confronto de extremos nesse sábado (14): em grande fase, invicto desde a terceira rodada e almejando o título, o Tottenham enfrentará o Bournemouth, que conquistou apenas quatro pontos até agora, apresentando um futebol muito ruim tecnicamente. O Wembley será o palco do duelo entre o quarto colocado, treinado por Mauricio Pochettino, e o décimo nono, comandado por Eddie Howe.

O Tottenham adicionou mais uma goleada na sua galeria de vitórias. Na última rodada, derrotou a equipe do Huddersfield Town por 4 a 0, no John Smith’s Stadium. Mesmo contra uma sólida defesa, os comandados de Pochettino tiveram uma grande atuação ofensiva, conseguindo encontrar espaços e criar muitas chances. Com esse resultado, subiu para a terceira posição, com 14 pontos – cinco atrás dos líderes Manchester United e Manchester City.

O Bournemouth, por sua vez, vem sendo uma das maiores decepções dessa edição da Premier League. Com uma expectativa alta após algumas contratações, os Cherries não conseguem mostrar um bom futebol e estão na 19ª posição, com apenas 4 pontos conquistados. Na última rodada, um empate sem gols com o Leicester City no Vitality Stadium.

Hora perfeita de dar um fim à ‘maldição’ na Premier League?

Apesar da grande campanha e do bom futebol, até aqui, apresentado, o Tottenham ainda não conseguiu destruir uma barreira que o incomoda muito: vencer em Wembley em uma partida da Premier League. O retrospecto contra o adversário da vez é favorável, já que, desde a temporada 2015/16, os Spurs conquistaram 3 vitórias em 4 jogos – sendo duas na temporada passada –  contra o Bournemouth. Ocasião perfeita para dar um fim nessa ‘maldição’?

Kane é a grande esperança de gols do Tottenham (Foto: Clive Rose/Getty Images Sport)

Para o confronto, o treinador argentino não terá jogadores que há muito tempo já estão longe dos gramados: Erik Lamela, Moussa Dembelé, Danny Rose, que voltaram a trabalhar com bola, e Victor Wanyama, que ainda não retornou aos treinos. A boa notícia fica pela volta de Serge Aurier, que cumpriu uma partida de suspensão. Dessa maneira, a escalação deverá ser a mesma da partida contra o Huddersfield, mantendo um padrão utilizado há um tempo por Mauricio Pochettino.

Sobre as possíveis voltas de Lamela e Rose, Pochettino disse: “Eles estão melhorando e estamos felizes com isso. Eles já voltaram a treinar com o resto da equipe. Eles ainda não foram reintegrados por completo, mas o avanço deles é muito bom e temos a expectativa de que nas próximas semanas eles possam voltar e estarem disponíveis novamente. A comissão técnica fez um trabalho fantástico dando auxílio a eles durante esse período.”

Bournemouth: com problemas, é possível vencer?

A expectativa para a equipe rubro-negra era grande, já que as contratações feitas colocavam a equipe com expectativas de permanecer na parte de cima da tabela da competição. Na prática, porém, não é isso que vem acontecendo: até aqui, o Bournemouth não mostra grandes atuações, tendo apenas uma vitória e um empate nos primeiros sete jogos.

Se jogar contra o Tottenham é algo naturalmente difícil, com muitos desfalques se torna mais complicado ainda. Brad Smith, que se machucou no jogo da Seleção Australiana, Tyrone Mings, com um problema na coluna, e Callum Wilson, com uma lesão joelho, são desfalques. Ryan Fraser e Joshua King, ambos com problema no tendão, tem chances pequenas de participarem da partida.

Por outro lado, Defoe é a grande arma do Bournemouth (Foto: Dan Istitene/Getty Images Sport)

“Estamos quase chegando lá, em termos de conquistar consistência nos resultados. O nosso problema no começo foi que não conseguimos demonstrar boas performances, mas melhoramos e isso nos trouxe confiança. Acredito que o Tottenham se sentirá bem lá (em Wembley), é tudo uma questão de adaptação. Eles continuam sendo uma equipe qualificada e talentosa, como todos puderem ver na partida contra o Borussia Dortmund.”, disse o treinador Eddie Howe.