Em jogo intenso, Chelsea vence apático Man United e alivia situação de Conte

Blues terminaram o jogo com um ponto atrás dos Red Devils na briga pelo segundo lugar

Em jogo intenso, Chelsea vence apático Man United e alivia situação de Conte
Foto: Shaun Brooks / Action Plus via Getty Images
Chelsea
1 0
Manchester United
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Christensen, Cahill, Zappacosta (Rüdiger 66'), Bakayoko, Kante, Fabregas (Drinkwater 79'), Alonso; Hazard (Willian 86'), Morata.
Manchester United: De Gea; Bailly, Jones (Fellaini 52'), Smalling, Valencia; Herrera, Matic, Young (Lingard 78'), Mkhitaryan (Martial 62'), Rashford; Lukaku.
Placar: 1-0, min. 55, Morata.
ÁRBITRO: Anthony Taylor. Amarelos: Bakayoko 20', Jones 49', Herrera 51', Fellaini 71'
INCIDENCIAS: partida válida pela 11ª rodada da premier league 2017/18, realizado no stamford bridge, em londres, inglaterra.

No segundo clássico deste domingo (5), Chelsea e Manchester United se enfrentaram no Stamford Bridge, em confronto direto pelas posições de segundo e terceiro lugares, mas também em partida de dois times que não queriam deixar o City se distanciar. Na partida, que foi válida pela 11ª rodada da Premier League 2017/18, os donos da casa saíram com a vitória por 1 a 0, com gol de Álvaro Morata já na etapa complementar.

O resultado mantém as equipes nas suas posições iniciais, mas os Blues se aproximam dos Red Devils ao terminar a rodada com um ponto atrás dos rivais - 23 contra 22. O Tottenham é o terceiro colocado, no meio de ambos, com 23 pontos. O líder é o Manchester City, que agora disparou na liderança com oito pontos de vantagem para o vice.

As duas equipes só retornam a campo daqui duas semanas, após Data Fifa. O Chelsea visita o West Bromwich às 13h do próximo dia 18, enquanto que o United, no mesmo dia, joga contra o Newcastle em Old Trafford, às 15h30. Ambos horários pelo de Brasília. 

Primeiro tempo é de muita intensidade, mas nenhum gol

Donos da casa, o Chelsea começou com mais fome de atacar o adversário. Logo no primeiro minuto, Fàbregas ajeitou para chute de Kanté de fora da área, mas De Gea ficou com a bola desviada. Aos cinco minutos, os Blues também tiveram um gol bem anulado, quando Morata acabou fazendo falta na marcação durante a jogada. O United teve uma chance com Lukaku, mas a cabeçada saiu por cima do gol.

Depois dos 10 minutos, Bakayoko teve duas chances quase que seguidas, sendo uma em contra-ataque que acabou chutando errado e na outra foi um arremate de fora da área, passando à direita de De Gea. Lukaku, aos 15, chutou na entrada da grande área, mas Courtois caiu para fazer a defesa. Hazard respondeu alguns minutos depois com um chute forte, mas o goleiro espanhol acabou fazendo nova defesa no chute venenoso do belga. 

A primeira etapa se resumiu em muita intensidade no jogo, chegando a ser inclusive pouco mais físico em algumas ocasiões, mas nada que assustasse os dois goleiros a ponto de criar-se chances de perigo para um dos lados. O Chelsea acabou chegando mais vezes do que o United, mas a boa defesa posta do time de Mourinho segurou as pontas no setor defensivo. No outro lado do campo, os contra-ataques pareciam ser a melhor maneira de atacar para oss visitantes. 

Morata marca gol e Chelsea sustenta vitória

A etapa final começou da mesma forma que a primeira terminou, com o Chelsea atacando mais, tentando criar mais e o United tentando sair no contragolpe. Aos 10 minutos, a recompensa veio. Grande cruzamento de Azpilicueta achou a cabeça de Morata que, sozinho, mandou no ângulo para abrir o placar no Stamford Bridge. Aos 20, Morata tentou fazer jogada individual depois de roubada de bola, mas a marcação foi pontual. 

Bakayoko teve outra chance ainda na partida, podendo ter ampliado a vantagem e matado o jogo ali, aos 30 minutos, quando aproveitou saída errada de Fellaini, avançou contra a marcação, abriu para a perna direita e bateu, mas foi para fora. No minuto seguinte, Hazard saiu em jogada sozinho e, tendo um companheiro aberto, preferiu o chute, tentando pegar De Gea fora de posição, mas o arqueiro fez a defesa.

A melhor chance do United no segundo tempo veio com 41 minutos, com um chute da entrada da área de Rashford, mas acabou indo para fora. Fellaini quase consegue o empate em um chute de dentro da área, mas Courtois caiu para fazer uma grande defesa. Morata teve uma grande oportunidade no fim, mas acabou se enroscando com a bola cara a cara com De Gea. Já no último minuto, Rashford cobrou falta por cima da barreira e a bola raspou na cabeça da marcação, indo a escanteio. 

Everton vira sobre Watford e reencontra caminho das vitórias

Sem vencer há mais de um mês, o Everton conseguiu triunfar novamente no futebol. Também neste domingo (5), os Toffees receberam o Watford e precisaram suar para bater os adversários da vez, que abriram 2 a 0 com Richarlison e Kabasele. Os donos da casa viraram com Niassé, Calvert-Lewin e Baines, esse já nos acréscimos e de pênalti. 

O resultado coloca o time de Liverpool em 15º, com agora 11 pontos. Já o Watford, cai para nono e tem ainda 15 pontos ganhos. O Everton retorna a campo no próximo dia 18, quando joga contra o Crystal Palace, às 13h, fora de casa. Já os Hornets recebem o West Ham, no dia seguinte, às 14h30. Horários também pelo de Brasília.