Após derrota para o Liverpool, West Ham demite Slaven Bilic

Após dois anos, treinador croata deixa o clube londrino após péssimo início na Premier League desta temporada

Após derrota para o Liverpool, West Ham demite Slaven Bilic
Foto: Reprodução/WHUFC

Após perder por 4 a 1 para o Liverpool, em partida válida pela 11ª rodada da Premier League, realizada nesse sábado (4) no Estádio Olímpico de Londres, o West Ham United decidiu demitir Slaven Bilic, após dois anos no comando dos Hammers. O clube londrino é o primeiro da zona de rebaixamento a EFL Championship, ocupando a 18ª colocação com apenas oito pontos. 

Bilic chegou ao West Ham no mês de junho de 2015, após saída de Sam Allardyce que pouco tempo depois assumiu o Sunderland deixado por Dick Advocaat. O croata iniciou sua trajetória com resultados positivos, como a vitória por 2 a 0, jogando no Emirates Stadium diante do Arsenal, além de vitórias contra o Liverpool em Anfield (feito que nenhum treinador dos Hammers havia conseguido desde 1963) e do Manchester City, sendo a primeira vez que a equipe ganhou três jogos seguidos na Premier League desde 2007.

Ao final de sua primeira temporada, guiou os Hammers a sétima colocação no campeonato e garantiu o clube, na fase preliminar da Uefa Europa League para a temporada 2016/17, após o título da FA Cup do Manchester United que os garantiu na fase de grupos do torneio. 

A eliminação para o Astra Giurgiu da Romênia pela UEL, associada aos maus resultados na última temporada, onde os Hammers ficaram apenas na 11ª colocação e um péssimo início na atual temporada, levaram a demissão de Bilic, que em 111 partidas, conquistou 42 vitórias, 30 empates e 39 derrotas, tendo um aproveitamento de cerca de 37,84%.

Em seu site oficial, o clube divulgou a seguinte mensagem: 

"Os presidentes e conselheiros de West Ham United gostariam de registrar seus agradecimentos e gratidão a Slaven e a sua equipe por seus serviços nos últimos dois anos e meio, mas acreditem que uma mudança agora é necessária para o clube para avançar positivamente. Confirmamos que os assistentes de treinamentos Nikola Jurcevic, Edin Terzic, Julian Dicks e Miljenko Rak também deixaram o clube com efeito imediato. A busca do clube por um novo treinador para o West Ham United está em andamento e um anúncio sobre o sucessor de Bilic deverá ser feito nos próximos dias."

O treinador também divulgou no site do clube uma mensagem de agradecimento, desejando sorte ao clube londrino: 

"Gostaria de dizer quão orgulhoso eu ter tido a oportunidade de administrar o West Ham United Football Club. Foi muito mais do que apenas um trabalho para mim. Tendo sido jogador do clube, senti essa conexão quando voltei como treinador e sempre soube o quão verdadeiramente especial este clube é. Estou triste que não iniciamos da maneira que queríamos nesta temporada. Mas eu sai com a cabeça erguida, juntamente com algumas lembranças maravilhosas que sempre amarei. Minha primeira temporada como treinador aqui foi fantástica, onde conseguimos quebrar diversos tabus e perdendo apenas um jogo contra as seis melhores equipes, seja em casa ou fora, terminando a apenas quatro pontos de uma vaga a Champions League. Eu estava confiante de que poderíamos progredir nesta temporada, mas infelizmente não foi o caso. Eu acredito em minhas qualidades e queria desesperadamente lutar para mudar as coisas, mas eu entendo o desejo do clube de fazer uma mudança. Gostaria de agradecer aos presidentes e ao conselho, por me oferecerem a chance de administrar este ótimo clube e pelo apoio que me deram durante o meu tempo de comando. Gostaria também de agradecer aos jogadores - alguns dos quais estiveram aqui desde o meu primeiro dia como técnico- pelo esforço e empenho que me mostraram nos últimos dois anos e meio. Agradeço à minha equipe de auxiliares e ao pessoal no campo de treinamento pelo apoio, lealdade e dedicação. Tive a sorte de ter trabalhado com pessoas tão boas. Finalmente, gostaria de terminar agradecendo os torcedores do West Ham United. Tivemos uma ligação especial quando joguei no clube, e esse vínculo ainda estava lá quando eu voltei como treinador. Eu realmente espero que eles obtenham o sucesso que eles merecem e desejo a todos no West Ham United o melhor no futuro."