Southgate elogia participação do sistema defensivo no amistoso contra o Brasil

Técnico inglês teceu comentários sobre Joe Hart e seus zagueiros; Inglaterra sai ilesa de duelos contra Alemanha e Brasil mesmo com desfalques

Southgate elogia participação do sistema defensivo no amistoso contra o Brasil
Southgate ao lado de Maguire (Foto: Getty Images)

A Inglaterra voltou a empatar durante a Data Fifa deste mês de novembro. No Wembley, o selecionado inglês ficou no 0 a 0 diante do Brasil nesta terça-feira (14) e seguiu sem marcar e sofrer gols diante das potências sul americana e europeia (Alemanha). 

No entanto, Gareth Southgate, técnico do English Team, o resultado foi satisfatório. O comandante ainda destacou o desempenho de seu sistema defensivo, que neutralizou todas as investidas pelo lado do campo e fechou pelo meio, elogiando o goleiro Joe Hart os zagueiros que fizeram parte do 5-3-2, esquema utilizado pelo técnico: Joe Gomez, Harry Maguire e John Stones.

Sobre o camisa 1, Gareth ressaltou importância da atuação, lembrando que há concorrência pela vaga no gol. "Hoje foi importante para Joe. Ele teve que executar boas defesas sob pressão por causa do caminho que Jordan Pickford trilhou. Ele sabe que há competição por vaga na Copa com três ou quatro outros goleiros e agora está na briga juntamente com os outros pelo desempenho nos clubes", afirmou Gareth, citando o goleiro do Everton. Frasier Forster (Southampton), Jack Butland (Stoke City) e Angus Gunn (Norwich) também estão no páreo.

Os zagueiros também tiveram o trabalho elogiado pelo técnico. Em fala ao ITV Sport, Southgate mencionou orgulho sobre a participação de ambos. "Não conseguimos segurar a bola. Nós apenas mostramos resiliência, coragem e um trabalho defensivo notável e eu estou incrivelmente orgulhoso. Eles forma excelentes. Joe (Gomez) recebeu o prêmio de melhor em campo com razão. Nós sabemos que seu atletismo é um verdadeiro trunfo, mas também havia sua tomada de decisão e sua calma, que são de grande qualidade."

John Stones, que é zagueiro do Manchester City, também não passou batido por Southgate. Alertou para a frieza em tomadas de decisões e sobre a qualidade técnica acima de nível, adjetivos ideais que fez Pep Guardiola o contratar na temporada passada. "Nos dois jogos, acho que Stones realmente mostrou seus atributos defensivos. Ele pareceu muito maduro, controlou a linha e ficou orgulhoso de sua defesa, além de ter calma na posse de bola. Eu acho que é um passo significativo para ele".

Os jogadores do English Team voltam o foco para a Premier League e Championship (caso do goleiro Angus Gunn), que terão rodadas iniciadas já no próximo sábado (18).