Para manter embalo, Manchester City visita o Leicester pela Premier League

Equipe está com 8 pontos de vantagem sobre o Manchester United e o Tottenham e busca manter esta margem.

Para manter embalo, Manchester City visita o Leicester pela Premier League
(Arte: Gerson Barbosa/VAVEL Brasil)
Leicester
Manchester City
Leicester: Schmeichel, Simpson, Morgan, Maguire, Fuchs; Iborra, Ndidi, Mahrez, Gray; Okazaki, Vardy
Manchester City: Ederson, Walker, Stones, Mangala, Delph; Fernandinho, De Bruyne, David Silva, Sterling, Sané; Aguero.
ÁRBITRO: Graham Scott
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 12ª rodada da Premier League 2017/18 a ser realizado no King Power Stadium em Leicester

O Manchester City busca manter a sua grande fase na temporada visitando o Leicester City no King Power Stadium neste sábado (18). A equipe de Pep Guardiola está invicta no campeonato e busca pelo menos mantos os seus 8 pontos de diferença sobre Manchester United e Tottenham, que estão empatados na vice-liderança com 23 pontos.

Os Citizens estão com 10 vitórias e 1 empate em 11 partidas, totalizando 31 pontos e a liderança isolada da competição. Já o Leicester está no meio da tabela com 13 pontos e na 13ª colocação. O City vêm de uma boa vitória por 3 a 1 contra o Arsenal no Ettihad Stadium, já o Leicester vêm de um empate fora de casa contra o Stoke City pelo placar de 2 a 2.

No histórico do confronto, o Manchester City leva a melhor sobre os Foxes. Ao todo foram 112 confrontos com 54 vitórias dos Citizens, 29 vitórias do Leicester e 29 empates. O time de Manchester marcou 211 gols ao todo, contra 155 do seu adversário. No último confronto entre as equipes no King Power Stadium, o Leicester superou o time de Guardiola pelo placar de 4 a 2 com três gols do atacante Jamie Vardy.

Leicester busca aproveitar a atmosfera do King Power Stadium para derrotar o líder

A campanha do Leicester neste início de Premier League tem sido bastante irregular. O campeão da temporada 2015/16 havia vencido apenas uma partida nas suas oito primeiras partidas, desempenho que culminou na demissão de Craig Shakespeare e na contratação do francês Claude Puel, que treinou o Southampton na temporada passada. A chegada de Puel já trouxe 4 pontos de 6 possíveis para a equipe, que tenta manter a boa fase diante do líder da competição.

Para o confronto deste sábado, os Foxes não poderão contar com o zagueiro Robert Huth e com o volante Matty James, que permanecem no departamento médico. Em compensação, a equipe conta com o retorno do jovem Benjamin Chilwell, que não enfrentou o Stoke City por conta de uma lesão mas já está recuperado. Já o volante Vicente Iborra, que deixou a última partida por conta de uma contusão não terá problemas para enfrentar o Manchester CIty e está confirmado.

O técnico Claude Puel afirmou que é difícil manter o foco contra uma equipe que tem uma média de posse de bola tão grande quanto o Manchester City e que será uma batalha muito dura para o Leicester. "Geralmente o Manchester City é um time que tem uma grande posse de bola e é difícil de a equipe manter o foco quando temos que correr sempre atrás da bola, cansar e dar a oportunidade para que o City faça o gol no segundo tempo", afirmou o treinador.

Apesar da grande campanha do Manchester City, Puel diz que o time deve acreditar na qualidade do seu elenco e que não sente medo da equipe de Guardiola.

"Para nós é importante acreditar na nossa qualidade. Temos que pensar que temos ótimas qualidades. Queremos ver o que nós podemos produzir contra o Manchester City. Respeitamos muito eles, mas não estamos com medo", concluiu.

City conta com a equipe voando na temporada

O Manchester City é considerado um dos times mais fortes da Europa e está sendo temido por todos que o enfrentam. O time não está forte apenas no cenário nacional, como também no continental. A equipe está com 4 vitórias em 4 jogos na Champions League e já garantiu uma vaga para a fase do mata-mata. A campanha desta temporada deixa o técnico Pep Guardiola aliviado, já que o 3º lugar da última temporada foi bastante decepcionante nos planos da equipe.

A equipe não contará com o zagueiro Nicolas Otamendi que está suspenso e será substituido por Eliaquim Mangala ou por Vincent Kompany que está recuperado de lesão e está relacionado. A dúvida fica por conta de Fabian Delph, que vêm sendo improvisado na lateral-esquerda da equipe desde a contusão de Benjamin Mendy, já que Delph se machucou e foi cortado da seleção inglesa.

De acordo com Guardiola, a equipe ainda é capaz de melhorar o seu desempenho e que as pessoas não podem analisar apenas os resultados das partidas. "Eu ainda acho que podemos fazer jogos melhores. Se você analisar apenas os resultados está tudo perfeito por termos vencido todos os jogos nos últimos dois meses, mas em termos de jogos e vendo nossa tabela no mês de Dezembro nós sabemos que temos que mostrar o nosso melhor", afirmou.

Guardiola ainda elogiou o poder de luta de Gabriel Jesus, no que ele afirma que o brasileiro é um dos jogadores mais lutadores que ele conheceu em sua carreira. "Ele é um dos jogadores mais lutadores que conheci na minha carreira, me lembra o Eto'o, nos ajuda na marcação como ninguém e na área é um goleador. Quando conseguir correr menos com a bola será um jogador parecido com o Ronaldo", alertou Pep.