José Mourinho elogia segundo tempo do United e elogia boa atuação do Brighton

Mesmo com vitória, Manchester não convenceu aos olhos do técnico e dos críticos; português ainda busca o equilíbrio perfeito

José Mourinho elogia segundo tempo do United e elogia boa atuação do Brighton
Lukaku e Mourinho (Foto: Alex Livesey/Getty Images)

A vitória veio. Mas a qualidade de jogo não apareceu. Jogando para o gasto, o Manchester United bateu por 1 a 0 o Brighton com gol de Ashley Young. A equipe se solidificou na segunda colocação da Premier League com 29 pontos, cinco atrás do líder City, que tem um duelo a menos.

E José Mourinho garantiu que a equipe poderia ter ido melhor. Segundo o português, a equipe não fez um bom jogo porém enfatizou a recuperação na etapa final, que fez a equipe anotar o gol e ficar na frente até o fim da partida. 

"Eles [Brighton] jogaram muito bem. Nós não jogamos bem. O bom para mim foi a intensidade aumentada no segundo tempo em busca do gol e, depois do gol, não conseguimos matar o jogo. Mas eu tenho que elogiar uma equipe que há alguns meses estavam jogando na Championship e, hoje, eles vieram para Old Trafford e eles foram o time que mais causou problemas a nós", disse o português.

Mourinho seguiu falando do adversário deste sábado (25). A atuação da equipe foi de dar inveja e reconheceu a superioridade do Brighton. "Eu quero ser honesto e dar-lhes o que eles merecem e, para mim, eles mereciam mais do que o resultado que conseguiram. Eles jogaram muito bem, foram bem na organização defensiva e então, quando eles tiveram a bola, foram perigosos. Honestamente, acho que Brighton foi muito bom. Nos deram provavelmente o jogo mais difícil que tivemos nesta temporada".

Sobre a capacidade do time nos próximos jogos, Mourinho espera que haja melhora e confia nisso. O equilíbrio, palavra-chave do técnico, ainda virá a ser melhor. "Poderia esperar que tivéssemos um melhor futebol, mais chances e mais gols, mas não fizemos e, quando vimos isso e nos encontramos ganhando 1 a 0 dentro do jogo, foi o momento para tentar equilibrar. Mas é difícil para mim que estou no banco e não sei quando Pogba precisa sair. Queria colocar Fellaini mais cedo, junto com Pogba, mas não sei se Pogba estava cansado. É difícil para mim estar no banco com isso".

Já na próxima terça-feira (28), a Premier League prosseguirá com o início da 14° rodada. Jogando no Vicarage Road, o United vai enfrentar a sensação Watford às 18h (horário de Brasília).