Chelsea sai atrás, mas consegue virada sobre Newcastle com show de Hazard

Com triunfo, Blues seguem à caça da vice-liderança do Manchester United; Magpies completam sexto jogo sem vitória

Chelsea sai atrás, mas consegue virada sobre Newcastle com show de Hazard
Hazard deu show à parte contra o Newcastle, marcando dois gols (Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP)
Chelsea
3 1
Newcastle
Chelsea: Courtois; Azpilicueta (C), Christensen (80' Cahill), Rüdiger; Moses, Kanté, Drinkwater, Fàbregas (78' Bakayoko), Alonso; Hazard (78' Willian), Morata
Newcastle: Darlow; Mbemba, Lejeune, Clark; Manquillo, Diamé (75' Shelvey), Merino (84' Yedlin), Ritchie; Murphy, Pérez (62' Hayden), Gayle
Placar: 12' Gayle (NEW), 21' 74' Hazard (CHE), 32' Morata (CHE)
ÁRBITRO: Kevin Friend | AMARELOS: 45+1' Clark (NEW)
INCIDENCIAS: Partida válida pela décima quinta rodada da Premier League, realizada no estádio Stamford Bridge em Londres.

O Chelsea conseguiu, neste sábado (2), mais uma tranquila vitória na Premier League. Mesmo com o Newcastle saindo à frente, a equipe londrina teve calma para ir ao ataque e conseguir a virada, vencendo por 3 a 1, no Stamford Brigde. Logo no início do confronto, Gayle aproveitou um vacilo da defesa dos Blues para abrir o placar. Mas, comandados por Hazard, a equipe da casa não teve dificuldades para virar: o meia belga fez dois, incluindo um pênalti de cavadinha, e o outro saiu da cabeça de Morata.

Com a vitória, o time de Antonio Conte se mantém na terceira colocação, agora empatado em número de pontos do Manchester United: 32. Já o Newcastle chega à sexta partida sem vitória estagnando na 12ª colocação, com 15 pontos. Porém, os Magpies ainda podem perder quatro colocações para adversários que ainda vão jogar nesta rodada.

A série de final de ano não para o Chelsea. Nesta próxima terca-feira (5), os Blues recebem o Atlético de Madrid pela última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. E no outro sábado faz o clássico contra o West Ham. Já o Newcastle terá uma semana de descanço e só voltam a jogar no sábado (9), em casa, contra o Leicester City.

Chelsea sai atrás, mas pressiona e vira ainda no primeiro tempo

A partida começou com muita velocidade. Mesmo fora de casa o Newcastle tentava sair em velocidade com Pérez e Murphy. Já o Chelsea trocava passes em busca de triângulações. A primeira finalização com perigo foi dos donos da casa. Aos 9, Azpilicueta lançou Hazard dentro da área. O belga escorou de peito para Morata que tentou o chute de primeira, assustando o goleiro Darlow. Com o duelo equilibrado não demorou muito para surgir o primeiro gol. Alonso recuou mal a bola para Courtois que dividiu com Murphy. No rebote, Gayle empurrou para o gol vazio abrindo o marcador.

Em busca do empate o Chelsea foi para o ataque. Fàbregas lançou Hazard que saiu cara a cara com o goleiro Darlow. O belga tentou a finalização, mas o goleiro inglês fez grande defesa. A pressão dos Blues seguiu até o gol de empate acontecer. Aos 21, Azpilicueta cruzou para Morata e a zaga conseguiu fazer o corte. Mas no rebote, Hazard arrematou forte igualando o marcador.

Depois de fazer seu gol, o Newcastle recuou demais e aceitou a pressão do Chelsea. Tanto que não finalizou mais e viu a posse de bola chegar a 60%. Com essa pressão a virada era eminente. Aos 32 minutos, Moses recebeu na direita e fez um cruzamento forte, com a bola indo reta para a área. Os dois zagueiros do Newcastle não se entenderam, e Morata apareceu no meio deles para cabecear para o fundo das redes.

Apenas confirmando que se perdeu na partida os Magpies erravam muitos passes, dando o contra-ataque para o Chelsea. Aos 36, Hazard puxou o contra-ataque, partindo da esquerda para o meio e entregando para Fábregas, que deu de primeira em Moses na direita. Mas finalização do nigeriano explodiu na defesa. Os visitantes voltaram a chegar ao gol do Courtois apenas aos 44. Após cobrança de escanteio, Lejeune tentou a finalização mas bloqueda pela defesa londrina.

Hazard comandou a vitória na segunda etapa

O dono do jogo comemora seu segundo gol (Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP)
O dono do jogo comemora seu segundo gol (Foto: Daniel Leal-Olivas/AFP)

A segunda etapa iniciou com a mesma toada da primeira. Logo com um minuto de jogo, Moses foi lançado em profundidade pela direita, cruzou de primeira. Morata apareceu no meio da defesa e finalizou por cima do gol. Com dez minutos da segunda etapa o Newcastle não havia saído do campo de defesa. Aos 10,  Hazard experimentou o chute de fora da área, a bola desviou em Clark e quase entrou no contrapé de Darlow.

Somente depois de 15 minutos aconteceu a primeira finalização dos Magpies. Murphy tentou o cruzamento pelo lado direito e Azpilicueta fez o corte. Na sobra, Pérez arriscou de fora da área e a bola passou a direita do gol de Courtois. Mostrando que foi um lance isolado, o Chelsea seguiu atacando em busca do terceiro gol. Aos 24, Hazard puxou o contragolpe, tabelou com Drinkwater, invadiu a área, mas chutou de esquerda fraco, já desequilibrado.

Três minutos depois Fàbregas lançou Moses dentro da área. O nigeriano colocou na frente e foi derrubado por Ritchie. Kevin Friend assinalou penal para os Blues. Na cobrança, Hazard bateu com cavadinha fazendo o terceiro gol de sua equipe.

Mesmo com  a vantagem no placar e a vitória praticamente garantida, os Blues seguiam na pressão. Aos 30, o imparável Hazard tabelou com Fàbregas, invadiu a área pela esquerda e finalizou com um toquinho por cima, mas Darlow saiu bem do gol e fez a defesa.

Nos minutos finais o jogo ficou mais aberto, com oportunidades de ambos os lados, mas a partida ficou em três a um.