Conte afirma que Chelsea está preparado para pegar Barcelona ou ​​Paris Saint-Germain na UCL

Além disso, ele comentou sobre o bom desempenho das equipes inglesas na competição europeia

Conte afirma que Chelsea está preparado para pegar Barcelona ou ​​Paris Saint-Germain na UCL
Foto: Craig Mercer/CameraSport - Getty Images

Terminou a primeira fase da UEFA Champions League para o Chelsea. E após o empate em um a um contra o Atlético de Madrid, a equipe londrina terminou na segunda colocação do grupo C, atrás da Roma. Sabendo sua colocação e os possíveis adversários no sorteio, o treinador Antonio Conte não se mostrou muito preocupado, acreditando que pode se classificar.

Logicamente, Conte falou da partida e também comentou sobre a possibilidade de uma das equipes inglesas ser campeões. Feito que não acontece desde a temporada 2011/12 com o próprio Chelsea.

"Nós merecíamos ganhar. Quando você cria tantas chances de marcar, chances claras, você deve tentar ao máximo convertê-las. Em vez disso, o goleiro foi o melhor jogador deles (Atlético de Madrid). Em outras circunstâncias, poderíamos ter sido mais agressivos na finalização", afirmou.

Em relação aos futuros confrontos ele não se mostra preocupado. Caso o Liverpool se classifique em primeiro, o Chelsea só terá três opções de adversário na próxima fase: Besiktas, Barcelona ou Paris Saint-Germain.

"Sabemos que poderíamos jogar contra Barcelona, ​​Paris Saint-Germain ou Besiktas. Quando você joga esta competição e passa para a próxima fase, você deve estar pronto para enfrentar as melhores equipes. Esta é uma competição fantástica. Se você quiser passar e ser um protagonista neste torneio, você deve estar pronto para enfrentar todas as equipes", explicou o comandante. "Ao mesmo tempo, nosso adversário não ficará feliz em jogar contra nós. Veremos o que acontece", completou.

Porém, tentando diminuir a pressão, Conte fala de um clube em construção: "Estamos tentando construir algo para este clube. Nos dois anos mudamos muitos jogadores. Estamos tentando derrubar a idade média da equipe. Acabamos de iniciar o nosso trabalho. Na temporada passada, ganhamos a liga, mas foi uma surpresa."

"Esta temporada, estamos trabalhando bem para tentar melhorar e fazer o nosso melhor na liga e na Liga dos Campeões. Estamos trabalhando muito para alcançar esse resultado", finalizou.

Por fim, o treinador do Chelsea comentou sobre o bom desempenho dos times ingleses nesta primeira fase de Champions League. 'Isso mostra que o nível desta liga é muito alto. Para cinco equipes estarem próxima fase mostra que há muita qualidade. Há também treinadores realmente bons. Esta liga é muito difícil, e a Liga dos Campeões mostra isso."

"No futuro, temos que ver. Na Inglaterra a temporada é muito difícil. Você tem que jogar muitos jogos, e quando você chega nas quartas-de-final ou nas semi-finais, as equipes inglesas têm muitos jogos pela frente. Por esta razão, pode ser problemático vencer, mas as equipas inglesas são muito boas e têm a possibilidade de alcançar a final", disse.

Com isso, fica a ressalva do comandante: "Minha única pergunta é a condição física em que eles chegarão".