Raheem Sterling: de 'superestimado' a peça importante no Manchester City

Meia-atacante atravessa melhor fase de sua carreira, mesmo que com menos da metade dos jogos disputados

Raheem Sterling: de 'superestimado' a peça importante no Manchester City
Sterling é peça importante no projeto de Pep Guardiola (Foto: Victoria Haydn/Man City via Getty Images)

Na segunda temporada de Pep Guardiola na Inglaterra, o Manchester City é o time mais eficiente e que apresenta o futebol mais cativante de toda a Europa. Os segredos são vários, obviamente. Tática, treinamentos, conhecimento de vestiário, comunicação. Mas há também um ponto que precisa ser ressaltado: a capacidade de melhorar o desempenho de seus atletas.

Um dos principais exemplos é Raheem Sterling, que muitos já julgavam ser um atacante superestimado. Comprado do Liverpool há duas temporadas por cerca de € 70 milhões (à época, a maior transferência de um inglês na história), a evolução do ponta é notável nesses primeiros jogos dos Citizens

Até 2014/15, Sterling era uma jovem promessa que, apesar de balançar as redes e servir de garçom com alguma frequência, ainda não havia conseguido papel de destaque absoluto nos Reds. Na passagem pela região de Merseyside, foram 129 jogos, com 23 gols marcados e 25 assistências. 

Sterling comemora gol em clássico contra Arsenal, em 2014 (Foto: Michael Regan/Getty Images)
Sterling comemora gol em clássico contra Arsenal, em 2014 (Foto: Michael Regan/Getty Images)

O valor astronômico pago pelo City gerou muitas expectativas em torno do jogador - e elas demoraram a ser correspondidas. Antes tarde do que nunca, como diz o ditado. Se as duas primeiras épocas com a camisa azul de Manchester não foram de tanto sucesso como esperado, 2017/18 beira a perfeição.

Jogando principalmente pelo lado direito do ataque montado por Guardiola, Sterling já marcou 13 gols nesta temporada, mais que em qualquer outro ano como profissional. É importante ressaltar que o inglês ainda não jogou nem metade das partidas que jogou durante o últimos dois anos.

Arte: Pedro Henrique Quiste / VAVEL Brasil
Arte: Pedro Henrique Quiste / VAVEL Brasil                             

O badalado técnico do Manchester City sempre deixou claro que acreditava no potencial de Raheem. Em dezembro de 2016, inclusive, Pep chegou a afirmar que a chave para vencer o confronto contra o Liverpool era o jovem inglês.

"É claro que ele tem talento, mas tem que ler um pouco mais o jogo, quando ir, quando dar um toque a mais. É parte do processo, estou satisfeito com o que já fizemos. Ele é um lutador, e não podemos esquecer do quão jovem é", disse Guardiola, à época.

Foto: Danny Lawson/PA Images via Getty Images
Guardiola passa instruções a Sterling (Foto: Danny Lawson/PA Images via Getty Images)

Agora, o discurso já é outro. Ainda é conservativista, principalmente devido à idade de Sterling: ele tem apenas 22 anos. Mesmo assim, Guardiola já se mostra mais certo do que esperar de seu atacante, e parece estar orgulhoso com o que tem conseguido.

"Raheem é jovem o suficiente para melhorar. Está dando passos em frente e sei que ele sente que pode mudar os jogos. Antes, ele parecia tímido, mas seus companheiros estão dando-lhe confiança. É preciso confiança para receber de Kevin De Bruyne e, nos acréscimos, marcar um gol no ângulo", afirmou, se referindo à sofrida vitória contra o Southampton, aos 51 minutos.

A temporada 2017/18 está longe de acabar, mas o City já garantiu uma boa vantagem na Premier League e na Uefa Champions League. O que essa poderosa equipe, repleta de jogadores estrelas, pode conquistar nos próximos meses? Resta esperar para ver.