Arsenal se recupera, cresce no segundo tempo e empata com Liverpool em jogo de seis gols

Gunners saíram vaiados do primeiro tempo, mas conseguiram virar jogo na etapa final; Reds garantem vaga no G-4

Arsenal se recupera, cresce no segundo tempo e empata com Liverpool em jogo de seis gols
Equipes fizeram jogo aberto no segundo tempo (Foto: Catherine Ivill / Getty Images)
Arsenal
3 3
Liverpool
Arsenal: Cech; Bellerín, Koscielny, Monreal (Mustafi 45'), Maitland-Niles; Xhaka, Wilshere, Iwobi (Welbeck 77'), Özil, Sànchez (Walcott 89'); Lacazette.
Liverpool: Mignolet; Gomez, Lovren, Klavan, Robertson; Henderson (Milner 12'), Can, Coutinho (Oxlade-Chamberlain 83'); Salah, Firmino, Mané (Wijnaldum 79').
Placar: 0-1, min. 25, Coutinho. 0-2, min. 52, Salah. 1-2, min. 53, Sánchez. 2-2, min. 55, Xhaka. 3-2, min. 58, Özil. 3-3, min. 70, Firmino.
ÁRBITRO: Martin Atkinson. Amarelo: Iwobi 58'.
INCIDENCIAS: partida válida pela 19ª rodada da premier league 2017/18, realizada no emirates stadium, em londres, inglaterra.

Quando duas grandes equipes entram em campo, recheadas de estrelas e tradicionais em seu campeonato, a partida tende a ter muitos gols. E foi assim com Arsenal e Liverpool, que jogaram pela 19ª rodada da Premier League 2017/18 na tarde desta sexta-feira (22). Em jogo de seis gols, o placar terminou em 3 a 3, com gols de Alexis Sánchez, Xhaka e Mesut Özil para os anfitriões e Mohamed Salah, Roberto Firmino e Philippe Coutinho fizeram para os visitantes. 

O resultado mantém os dois times em suas respectivas posições. Os Gunners não entra no G-4 e fica em quinto com 34 pontos, podendo ainda ser ultrapassado por Burnley e Tottenham, que ainda jogam na rodada. Já os Reds terminam a ronda com 35 pontos, na quarta colocação, podendo ser alcançado apenas pelos Clarets. 

Na próxima rodada, o time de Jürgen Klopp vai receber o Swansea City, na próxima terça-feira (26), enquanto que os comandados de Arsène Wenger atravessam o Tâmisa e jogam contra o Crystal Palace.

Liverpool cria mais, neutraliza Arsenal e Coutinho abre o placar no primeiro tempo

Com um início de jogo típico de clássico, as duas equipes mostraram cautela para criar jogadas. Conforme o tempo passou, os dois times conseguiram sair mais para o jogo, embora os visitantes mostrassem mais vontade no campo de ataque. Com relação aos anfitriões, oportunidades não foram criadas e, depois de um início mais no campo de ataque, viu o adversário dominar mais a bola.

Aos 21 minutos, Robertson conseguiu acertar um cruzamento para a área e encontrou Roberto Firmino, que subiu cabeceando para o gol, obrigando Petr Cech a mandar para escanteio. Dois minutos mais tarde, o brasileiro recebeu novo cruzamento vindo da esquerda, dessa vez em levantamento de Coutinho. Em nova cabeçada, o camisa 9 viu a redonda passar rente à trave.

Aos 25 minutos, um dos grandes nomes da temporada Red, Salah fez bela jogada individual pela direita, ajeitou para a perna esquerda e cruzou para a área. Desviada, a bola sobrou para Coutinho, que cabeceou para o fundo das redes, encobrindo Cech. Depois do gol, o Arsenal saiu mais para o ataque, deixando o contragolpe para os visitantes, característica do estilo de jogo dos times de Klopp. Com 28, Mané fez jogada pela esquerda, abriu para a perna direita e arrematou, mas, desviada, Cech fez a defesa.

Quando o relógio marcando 32, Firmino quase fez o segundo, e um golaço. Semelhante à jogada interior de Mané, o brasileiro recebeu a bola pela esquerda, ajeitou para a perna direita e bateu colocado, mas a bola saiu na rede pelo lado de fora. A melhor chance dos Gunners nos primeiros 40 minutos veio com Özil em uma cobrança de falta, desviada na barreira que foi a escanteio. Com 43, Koscielny errou no carrinho, a bola sobrou para Salah sozinho e o arqueiro Gunner conseguiu fazer a defesa. No rebote, Mané tentou virar o voleio e chutou para fora. 

Arsenal faz três gols em cinco minutos, vira partida, mas Liverpool empata

Na etapa final, o Arsenal manteve a postura ofensiva que teve no fim do primeiro tempo. Contudo, também como foi durante toda a etapa inicial, foi o Liverpool que teve a primeira oportunidade, com Salah, que arriscou chute no segundo minuto, para defesa do Cech. Com seis minutos, o egípcio recebeu em contra-ataque rápido em que ele mesmo começou, recebeu na entrada da área, virou para o corpo para a perna esquerda e bateu para vencer o goleiro adversário, ampliando a vantagem.

No minuto seguinte, Bellerín acertou cruzamento na área para Sánchez, que, na velocidade, venceu a marcação para fazer de cabeça o primeiro gol do Arsenal na partida. Com 10 minutos, Xhaka recebeu bola de fora da área e arriscou como ele gosta. A bola, com efeito, enganou Mignolet para empatar a partida. Quando o relógio marcava 12 minutos, Özil fez jogada com Lacazette, que fez o pivô para ajeitar ao alemão, que só tirou do goleiro belga, virando para os donos da casa.

Próximo dos 20, Coutinho fez um belo cruzamento de três dedos para Mané, mas o senegalês não aproveitou a chance. Aos 22, Lacazette recebeu cruzamento na área rasteiro, mas a zaga afastou para escanteio. Três depois, Firmino recebeu a bola na entrada da área e bateu com força de esquerda. Cech ainda defendeu, mas a bola acabou indo para o fundo das redes. Com 32, Bellerín recebeu bola pela direita e bateu com força para defesa do goleiro.

Já para os minutos finais, as duas equipes mostraram a cautela do início para sair ao jogo, dado o empate por 3 a 3. Sendo assim, as agremiações não conseguiram mais chegar no campo de ataque, terminando empatado.