Pep Guardiola sobre empate sem gols contra Palace: "Ainda há muitas partidas para disputar"

Gabriel Jesus e De Bruyne se machucam, Ederson pega um pênalti e Manchester City empata com o Crystal Palace após sequência de 18 vitórias

Pep Guardiola sobre empate sem gols contra Palace: "Ainda há muitas partidas para disputar"
Foto: Getty Images

O Manchester City conseguiu bater o recorde da Premier League, mas o Crystal Palace não deixou o time inglês superar sequência de vitórias do Bayern de Munique na temporada de 2013. Na época, o time alemão que era treinado por Pep Guardiola,  venceu 19 rodadas seguidas na Bundesliga; o City do mesmo treinador segue invicto, mas terminou 2017 empatando com o Palace.

Guardiola minimizou o placar, que encerrou a sequencia de 18 vitórias, garantindo estar só  pensando no duelo com o Watford, em casa, na próxima terça-feira. "Nós temos que ter foco. Quando vencemos, temos que focar no próximo. Quando não vencemos, temos que focar no próximo", concluiu o treinador espanhol.

Mas o fim de invencibilidade não foi o maior problema de Guardiola após a 21ª rodada da Premier League. O técnico, que já está com baixa do lateral-esquerdo Benjamin Mendy e do meia Phil Foden, também não contará com a presença de Gabriel Jesus e Kevin De Bruyne nos próximos dias.

O brasileiro caiu sozinho em campo no começo do jogo e saiu do campo chorando muito. A comissão técnica, em um primeiro momento, acreditou que o jogador tivesse rompido os ligamentos do joelho, mas Pep tranquilizou. "Pode ser que tenhamos tido sorte e que ele fique fora por um ou dois meses." Assim como o torcedor canarinho, que ainda terá o jogador na Copa, o espanhol admitiu ter temido que a lesão fosse mais grave.

A situação de De Bruyne já parece mais complicada. O belga precisou ser retirado do gramado com a perna imobilizada, depois de sofrer uma forte entrada de Jason Puncheon, no final do jogo, em um contra-ataque após Ederson defender o pênalti do Crystal. Guardiola disse ainda não saber o que se passa com o jogador, mas aproveitou para deixar críticas à arbitragem. 

"Os árbitros devem proteger os futebolistas. Tivemos sorte contra o Tottenham e contra o Newcastle. Mas nesta ocasião não tivemos. Sabemos que o futebol em Inglaterra é forte fisicamente, mas as equipas perdem os grandes jogadores, não é só o Manchester City", disse.

O Manchester City enfrente o Watford, no Etihad Stadium, na próxima terça (2), para o primeiro jogo de 2018, na 22ª rodada da Premier League. Os citizens segue na liderança do campeonato, com 12 pontos de vantagem do Manchester United, que tem um jogo a mais.