Com três gols em oito minutos, Tottenham derrota Wimbledon e segue na FA Cup

Harry Kane e Jan Vertonghen ajudam Spurs e bater equipe da terceira divisão com facilidade e seguir vivo na FA Cup

Com três gols em oito minutos, Tottenham derrota Wimbledon e segue na FA Cup
Foto: Mike Hewitt/Getty Images
Tottenham
3 0
Wimbledon

Apesar do calendário apertado, já que empatar em 1 a 1 com o West Ham na última quinta-feira (4), o Tottenham fez valer a sua superioridade por conta da maior qualidade técnica e, com muita facilidade, derrotou o Wimbledon por 3 a 0, em Wembley, com dois gols de Harry Kane e um de Jan Vertonghen, e seguirão adiante na FA Cup.

Apesar do placar elástico, o primeiro tempo passou em branco. Apesar de ter controlado as estatísticas de posse de bola e finalização, o Tottenham não conseguiu transformar os números em gols e viu justamente a melhor chance do primeiro tempo com o Wimbledon. Após um bate-rebate dentro da área, Taylor fez um pivô e rolou para Abdou chegar chutando, a finalização foi defendida por Lloris e acabou batendo na trave, assustando os Spurs.

Excluindo esse fato, os visitantes não conseguiram assustar a equipe de Maurício Pochettino, que conseguiu abrir o placar 18 minutos do segundo tempo, quando Sissoko fez uma boa jogada pelo lado direito e cruzou rasteiro para o meio da área, Harry Kane se adiantou aos marcadores e completou para colocar a primeira bola no fundo das redes na partida.

Dois minutos depois, Walker-Peters avançou com liberdade pelo lado esquerdo e chutou, a bola acabou desviando em um zagueiro do Wimbledon no meio do caminho e sobrou limpa para Harry Kane, sem goleiro ou marcação por perto, apenas completar com sua perna esquerda para os fundo das redes e dobrar a vantagem da equipe londrina no placar e marcar o seu segundo gol em três minutos.

O melhor, porém, ficaria para o final: aos 26 minutos, a equipe do Wimbledon tentou sair em contra-ataque pelo lado direito do campo, mas foi parada graças a um bote perfeito de Vertonghen. O zagueiro, com a bola no pé e espaço, avançou, ajeitou seu corpo e, com a parte externa do pé esquerdo, chutou com extrema precisão para vencer o goleiro George Long e sacramentar a classificação do Tottenham para a próxima fase.