Wenger elogia Nottingham Forest após eliminação na FA Cup: "Mereceram essa vitória"

Treinador, eliminado pela primeira vez na terceira fase da Copa da Inglaterra, elogia adversário, que venceu por 4 a 2

Wenger elogia Nottingham Forest após eliminação na FA Cup: "Mereceram essa vitória"
Foto: Oli Scarff/AFP

Após a derrota para o Notthingham Forest por 4 a 2, em partida válida pela terceira fase da FA Cup, o treinador Arsène Wenger, que foi eliminado nessa altura da competição pela primeira vez desde que assumiu o Arsenal, deu sua declaração sobre o jogo e a atuação de sua equipe, que não conseguiu apresentar um bom futebol. Por outro lado, o francês elogiou a equipe da casa, que se classificou para a próxima fase.

“Bom, vocês podem parabenizar o Nottingham Forest por uma performance extraordinária. Eles estavam muito bem, vencendo disputas decisivas e estavam sempre oferecendo perigo quando iam ao ataque e eu quero dizer que eles mereceram essa vitória hoje. É simples assim.”, disse.

Uma das polêmicas ocorreu no quarto gol do Forest, quando Kieran Dowell supostamente deu toques na bola em uma cobrança de pênalti, após escorregar no meio do caminho. Sobre a arbitragem, assunto que rendeu uma punição à Wenger, ele resolveu não comentar muito. “Eu já disse o que eu deveria falar sobre isso diversas vezes e eu não vou mais dizer mais nada sobre os árbitros. Eu acho que nós já falamos sobre e é isso o que eu basicamente penso. No resto, não há nada para adicionar.”, falou.

O francês reclamou da atuação da sua equipe, que deixou a desejar nessa tarde no City Ground. “Eu acho que não fomos bons em nenhum lugar, nem no ataque, nem no meio e na defesa. Pagamos por isso e eles (Forest) entraram bem melhores, tiveram mais chances e é tudo que eu posso dizer. Notthingham Forest teve uma atuação extraordinária hoje. Não podemos fazer nenhum comentário negativo sobre o adversário hoje.”, completou.

Além disso, o francês justificou a entrada de uma equipe totalmente reserva, por conta do calendário enxuto no futebol inglês nas últimas semanas. “Temos um calendário muito difícil, muitos jogadores chegando ao seu limite e vamos jogar novamente na quarta. Era quase impossível não mexer em nada. Eu posso entender que essa seleção é questionável, mas também eu acho que isso pode ser considerada como uma desculpa fajuta, já que tivemos oito ou nove jogadores com experiência internacional hoje. Até contra uma equipe da Championship, jogamos com o máximo de respeito possível e essa seria uma desculpa incorreta.”, adicionou.

Ao ser perguntado sobre os jogadores com mais rodagem, como Danny Welbeck, Theo Walcott e Alex Iwobi, terem que ter se apresentado mais no meio de tantos jovens das categorias de base, Wenger foi sucinto e resolveu não falar muito sobre esse assunto. “Eu não gostaria de falar sobre as atuações individuais hoje porque é uma decepção a gente ter perdido esse jogo. Existem dias que você tem que falar ‘Nottingham Forest foi melhor que nós’. Infelizmente, esse foi o caso. É óbvio que isso foi decepcionante e agora temos que focar no nosso jogo importante na quarta.”, disse.

Para fechar, o treinador comentou sobre a eliminação, a primeira dele na terceira fase da FA Cup, a competição que ele mais conquistou no comando dos Gunners. “Dói muito (a eliminação). Vencemos a FA Cup três vezes nos últimos quatro anos. Em contrapartida, não dá vencer a FA Cup todo ano, é uma competição difícil. Obviamente dói muito ser eliminado ainda na terceira fase.”, finalizou.