Guardiola critica arbitragem após vitória na Copa da Inglaterra: "Não dá para entender"

Treinador espanhol pede que árbitros projetam mais os jogadores, em decorrência à falta sofrida por Sané

Guardiola critica arbitragem após vitória na Copa da Inglaterra: "Não dá para entender"
Guardiola se mostra irritado com arbitragem após jogo da Copa (Foto: Harry Trump/Getty Images)

Após a vitória do Manchester City contra o Cardiff City, neste domingo (28), pela quarta rodada da Copa da Inglaterra, o técnico Pep Guardiola mostrou todo seu descontentamento com a arbitragem do jogo. Mesmo com o líder da Premier League avançando na competição, seu técnico não deixou de criticar Lee Mason e seus assistentes pela atuação na partida.

O enfoque ficou na anulação do gol de Bernardo Silva e na falta em cima de Leroy Sané, ambos os lances protagonizados pelo ponta alemão. No lance, Silva marcou um belo chute fora da área no ângulo do goleiro do Cardiff, porém o juiz anulou tendo como explicação um suposto impedimento de Sané. Entretanto, não houve a infração.

Já no lance da falta, Sané recebeu um forte carrinho do lateral-esquerdo Joe Bennett no final do primeiro tempo, atingindo seu tornozelo. Mas o defensor do Cardiff apenas recebeu um cartão amarelo. Como resultado, Guardiola tirou o alemão no intervalo.

"Eu não entendo o gol que não foi marcado, mas tudo bem. Nós podemos aceitar isso. Mas eles [árbitros] precisam proteger os jogadores. Quando há uma falta, é uma falta, quando é perigoso, é perigoso", reclamou o treinador catalão.

(Foto: Divulgação/gettyimages)
Sané cai no chão após sofrer dura falta (Foto:  Paul Jenkins/Action Plus via Getty Images)

Pep disse que terá uma boa noção da consequência da falta nesta segunda-feira (29). Porém, o meia Kevin De Bruyne soltou que o jogador deverá ficar alguns semanas se recuperando.

Para concluir, o técnico falou que está muito feliz com o time. "Nós jogamos muitas competições sem descasar e continuamos lutando a cada jogo. Estou muito orgulhoso", finalizou.