Em duelo de ataques potentes, Liverpool e Tottenham medem forças pela Premier League

Reds estão no terceiro lugar, com apenas dois pontos de vantagem para os Spurs; confronto reserva embates de artilheiros

Em duelo de ataques potentes, Liverpool e Tottenham medem forças pela Premier League
Jogo promete ser o principal da 26ª rodada (Foto: Glyn Kirk/AFP)
Liverpool
Tottenham
Liverpool: Karius; Gomez, Matip (Lovren), Van Dijk e Robertson; Wijnaldum, Henderson, Chamberlain (Can) e Mané; Salah e Firmino. Técnico: Jürgen Klopp.
Tottenham: Lloris; Trippier, Vertonghen, Sánchez (Aurier) e Davies; Dier, Dembélé (Sissoko), Eriksen, Alli e Son; Kane. Técnico: Mauricio Pochettino.
ÁRBITRO: Jonathan Moss, auxiliado por Eddie Smart e Andy Halliday, com Martin Atkinson como quarto árbitro.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 26ª rodada da Premier League, a ser disputada no Anfield Road, em Liverpool.

Mais um clássico vem para agitar a Premier League! Neste domingo (4), às 14h30 (de Brasília), Liverpool e Tottenham se enfrentam em Anfield Road. As duas equipes vêm em bons momentos na liga, estão próximas na briga pela classificação para a próxima Uefa Champions League e prometem fazer o grande jogo da 26ª rodada do Campeonato Inglês.

O Liverpool, que venceu cinco dos últimos seis jogos, vem de triunfo por 3 a 0 fora de casa contra o Huddersfield Town. O time da tera dos Beatles é o terceiro colocado, com 50 pontos, e conta com o segundo melhor ataque da competição, com 57 gols marcados.

O terceiro melhor ataque (ao lado do Manchester United), com 49, é justamente o do Tottenham – que vem em quinto, com 48 pontos, e, na última rodada, venceu o United em casa por 2 a 0. O duelo de ataques fica evidenciado na disputa paralela entre os artilheiros do campeonato: os Reds contam com o vice-artilheiro da Premier League, Mohamed Salah, com 19 gols, enquanto os Spurs tem o artilheiro Harry Kane, que tem dois tentos a mais que o egípcio.

No primeiro turno, as duas equipes se enfrentaram no Wembley Stadium, com mando do Tottenham. Em um jogo marcado por várias falhas defensivas do Liverpool, os mandantes não tomaram conhecimento e venceram por 4 a 1, com dois gols de Kane, um de Dele Alli e um de Son Heung-Min, e Salah marcando para os visitantes.

Kane fez dois e Tottenham bateu Liverpool no primeiro turno (Foto: Mark Kerton/Action Plus via Getty Images)
Kane fez dois e Tottenham bateu Liverpool no primeiro turno (Foto: Mark Kerton/Action Plus via Getty Images)

Em boa fase, Liverpool busca vitória para alcançar vice-líder do campeonato

O Liverpool vem em uma boa sequência na Premier League. O time venceu cinco das últimas seis partidas, tem o segundo melhor ataque do campeonato, Mohamed Salah como vice-artilheiro e está em terceiro, a apenas três pontos do Manchester United. Caso vençam, os Reds alcançam os Red Devils na tabela (mas ainda não os ultrapassam, pois teriam uma vitória a menos que os rivais).

Para o duelo deste domingo, o Liverpool não tem novos desfalques. Apenas o lateral-direito Nathaniel Clyne (costas) e o meia Adam Lallana (coxa) seguem de fora. Os dois sofreram lesões ainda antes do começo da temporada e tiveram pouquíssimas oportunidades – o primeiro ainda nem estreou na temporada, enquanto o segundo jogou apenas 151 minutos em cinco jogos. Mas segundo o técnico Jürgen Klopp, eles estão em boa evolução: Clyne está perto de voltar aos treinos, enquanto Lallana já está voltando a treinar de forma completa.

Boa sequência de vitórias inclui triunfo sobre o líder City (Foto: Shaun Botterill/Getty Images)
Boa sequência de vitórias dos Reds inclui triunfo sobre o líder City (Foto: Shaun Botterill/Getty Images)

Uma das cinco vitórias nas últimas seis partidas do Liverpool foi contra o líder absoluto Manchester City, promovendo a única derrota dos Citizens no campeonato até agora. Perguntado na coletiva pré-jogo se o seu time poderá repetir o desempenho daquele triunfo por 4 a 3, Jürgen Klopp admitiu que gostaria que isso acontecesse novamente, mas destacou que o Tottenham tem uma das melhores equipes do mundo.

Seria legal se repetíssemos aquilo. Temos que jogar de forma parecida. Não de forma igual porque o Tottenham tem um estilo de jogo diferente, mas é parecido. Vamos enfrentar uma das melhores equipes da Inglaterra, o que significa ser uma das melhores do mundo. Você tem que entrar com sua melhor performance. É outro desafio muito, muito interessante. Eu disse algumas vezes que em jogos como esses, você sabe o que o oponente está fazendo, mas eles fazem em um nível tão alto que é difícil de lidar”, disse o comandante alemão.

Com força do ataque e artilheiro da PL, Tottenham quer vencer para entrar no G4

Assim como o rival do duelo em questão, o Tottenham também tem seu ataque como principal arma. A última vez que os Spurs não marcaram gols em uma partida da Premier League foi em novembro de 2017, na derrota por 2 a 0 no North London Derby contra o Arsenal. Desde então, são 29 gols em 13 jogos, uma média de 2,2 por partida. Esses números são evidenciados graças a um destaque emblemático: Harry Kane, que foi o artilheiro do futebol mundial em 2017 e é o principal goleador da atual edição da liga, com 21 tentos.

Caso vença, o time londrino chega a 51 pontos e ultrapassa o próprio Liverpool na tabela, entrando na zona de classificação para a Champions League. A equipe ainda pode subir ao terceiro lugar, se vencer e o Chelsea não ganhar do Watford fora de casa.

O técnico Mauricio Pochettino terá apenas dois desfalques: o lateral-direito Serge Aurier (panturrilha) e o meia Harry Winks (tornozelo), que já estavam de fora, seguem inativos, mas já voltaram a treinar normalmente e devem estar à disposição em um futuro próximo. Por enquanto, quem também não está disponível é Lucas Moura – o meia brasileiro foi contratado junto ao Paris Saint-Germain na janela de inverno e apresentado aos fãs em Wembley antes da última partida contra o Manchester United.

Alli (esq.), Son (centro) e Eriksen (dir.) são outros grandes destaques do Tottenham (Foto: Tottenham Hotspur FC via Getty Images)
Alli, Son e Eriksen são outros grandes destaques do Tottenham (Foto: Tottenham Hotspur FC via Getty Images)

O Tottenham tem um péssimo retrospecto contra o Liverpool jogando em Anfield Road – são apenas duas vitórias nos últimos 25 anos, com a última delas tendo sido em 2011 por 2 a 0. Porém, Mauricio Pochettino não acredita que isso afetará o desempenho do seu time neste domingo (4). Ele lembrou que já venceu no estádio quando treinava o Southampton (1 a 0 em setembro de 2013, com gol do zagueiro Dejan Lovren, hoje no próprio Liverpool) e que, apesar da qualidade do rival, seus jogadores vão para vencer.

Eu ganhei lá com o Southampton, com gol do Lovren. E se você vê as estatísticas, é sempre difícil vencer um time grande fora de casa. Mas tentaremos a vitória. Nosso histórico lá não afetará a performance. O Liverpool tem um dos melhores elencos da Europa, com um grande técnico. Mas não é só sobre marcar gols, você tem que jogar e pará-los quando eles têm a bola. Eles têm Salah, Firmino, Mané e muitos outros jogadores ofensivos. Nós tentaremos repetir nossa performance do jogo contra o Manchester United porque precisamos estar no G-4 ao fim da temporada, então é importante”, afirmou o treinador argentino.