Golaços, dois pênaltis e polêmicas: Liverpool e Tottenham empatam em jogo memorável

Resultado coloca Reds em alerta em cair na tabela, assim como os Spurs caso o Chelsea vença na rodada

Golaços, dois pênaltis e polêmicas: Liverpool e Tottenham empatam em jogo memorável
Muita conversa entre arbitragem e disputa com e sem bola rolando entre os atletas; essa foto resume a competitividade do jogo (Foto: Michael Regan / Getty Images)
Liverpool
2 2
Tottenham Hotspur
Liverpool: Karius; Alexander-Arnold, Van Dijk, Lovren, Robertson; Can, Henderson (Wijnaldum 65'); Milner (Matip 77'), Mane (Chamberlain 65'), Salah; Firmino
Tottenham Hotspur: Lloris; Tripper, Sanchez (Lamela 70'), Vertonghen, Davies; Dier, Dembele (Wanyama 78'); Eriksen, Dele, Son (Llorente 90+2'); Kane.
Placar: 1-0, min. 3, Salah. 1-1, min. 79, Wanyama. 2-1, min. 90+1', Salah. 2-2, min. 90+5', Kane.
ÁRBITRO: Jonathan Moss. Amarelos: Alexander-Arnold 41', Milner 57', Alli 67', Can 90+5'.
INCIDENCIAS: partida válida pela 26ª rodada da premier league 2017/18, realizado no anfield, em liverpool, inglaterra.

O esporte nos proporciona muitas coisas de se guardarem na memória. Recentemente, vimos o Milagre de Minneapolis na NFL, por exemplo. Acontece que, neste domingo (4), o futebol nos proporcionou algo que poderemos nos lembrar por muito tempo. Mais precisamente no Anfield, Liverpool e Tottenham protagonizaram uma partida eletrizante do começo ao fim.

O placar final acabou em 2 a 2, com dois de Mohamed Salah, sendo um deles uma pintura, um de Harry Kane, o 100º do atacante pela Premier League com a camisa dos Spurs, e outro de Wanyama, uma pancada de fora da área. Junto aos tentos, polêmicas também estiveram presentes no gramado. Os visitantes tiveram duas penalidades máxima ao seu favor, sendo uma desperdiçada. As marcações do árbitro não passaram confiança para os torcedores presentes. 

No fim das contas, o empate deixa os Reds ainda em terceiro lugar, com agora 51 pontos ganhos, um a mais que o Chelsea, que ainda joga na rodada. O time de Mauricio Pochettino fica com 49 e a um de entrar no G-4, na quinta posição. As agremiações retornam a campo no próximo final de semana pelo certame, quando o Tottenham recebe o Arsenal no sábado (10), às 10h30, e o Liverpool visita o Southampton um dia depois, às 14h30. Horários pelo de Brasília. 

Salah abre o placar no início e Liverpool sustenta vantagem no primeiro tempo

O jogo começou com o Liverpool em cima, tentando criar caos no campo de defesa do adversário. Quando perdeu a bola pela primeira vez, ela acabou voltando para os Reds depois que o Tottenham não conseguiu trabalhar a redonda. E, em um perde e ganha no terceiro minuto, o esférico acabou sobrando para Salah, que dominou, levou contra Lloris e abriu o placar em Anfield para fazer história e se tornar o jogador mais rápido ao fazer 20 gols pelo time de Anfield na Premier League. 

Característica dos anfitriões, o time se manteve no campo de ataque, com a marcação na pressão alta bem encaixada. Conseguiram recuperar a redonda em algumas oportunidades, dada que essa é o resultado máximo da estratégia. Isso, porém, não acabou ocasionando em algum gol, embora tenha tido algum perigo para o adversário. Mas, como toda tática, existe um lado negativo. Ela deixa brechas para o Tottenham sair em contra-ataque rápido, e isso foi visto em Anfield, mas também sem eficiência. 

A partida prosseguiu e a intensidade do Liverpool diminuiu. Os Reds tiraram o pé na vontade da marcação alta no campo de ataque, evitando que o cansaço se acumulasse para a etapa final. Isso acabou dando a oportunidade que o Tottenham conseguisse construir algo, como conseguiu, em uma jogada com Son, que recebeu passe de Kane e tocou para Eriksen, mas o bandeirinha erroneamente deu o impedimento na jogada. Sem uma grande chance, terminou o primeiro tempo.

Salah se tornou o jogador do Liverpool mais rápido a marcar 20 gols na Premier League (Foto: Clive Brunskill / Getty Images)
Salah se tornou o jogador do Liverpool mais rápido a marcar 20 gols na Premier League (Foto: Clive Brunskill / Getty Images)

Segundo tempo é emocionante do começo ao fim e Tottenham conquista empate

Durante o início da etapa final, o Liverpool ensaiou manter a intensidade que tinha no começo do jogo, mas nada feito, dada às circunstâncias do cansaço. Já o Tottenham voltou com o desejo de tentar quebrar a defesa do adversário, puxando a marcação e diminuindo as linhas para que a força e rapidez que os Spurs têm tocando a bola em espaço pequena possa prevalecer. 

Com 12 minutos, aconteceu a primeira chance de perigo na partida. Son recebeu belo passe de Eriksen na área e bateu rasteiro, mas Karius se agigantou para fazer a defesa. No rebote, Alli arriscou chute forte, mas a redonda saiu em linha de fundo. Dois minutos depois, o mesmo dinamarquês plantou bola na área com cruzamento e Kane, sozinho, subiu para cabecear, mas mandou no meio do gol para nova defesa do arqueiro oponente.

Quando o embate foi se encaminhando para o fim, a emoção tomou conta. Primeiro com Wanyama, que, aos 22, quando tinha acabado de entrar, arrematou com muita força para o fundo das redes, empatando tudo em Anfield. Depois daí, o Tottenham mostrou mais cautela, mas continuou em cima do adversário. Isso acabou resultando em um pênalti, que foi desperdiçado por Kane.

A resposta do Liverpool? Um golaço de Salah! Fez fila na área e tirou de Lloris, para desempatar tudo já no fim. Quando o jogo se encaminhava para uma vitória dos donos da casa, outro pênalti para os visitantes. O camisa 10 não perdoou dessa vez e empatou tudo no último lance. 

Kane deslocou Karius no pênalti decisivo, empatou o jogo e marcou o seu 100º com a camisa do Tottenham pela Premier League (Foto: Clive Brunskill / Getty Images)
Kane deslocou Karius no pênalti decisivo, empatou o jogo e marcou o seu 100º com a camisa do Tottenham pela Premier League (Foto: Clive Brunskill / Getty Images)