Richarlison revela motivo de choro após ser substituído contra Chelsea: "Queria ajudar o time"

Atacante brasileiro que foi flagrado aos prantos após substituição, explica que gostaria de continuar em campo na vitória do Watford

Richarlison revela motivo de choro após ser substituído contra Chelsea: "Queria ajudar o time"
Foto: Daniel Hambury - PA Images / Getty Images

Na última segunda-feira (5), o Watford venceu a equipe do Chelsea pelo placar elástico de 4 a 1 em Vicarage Road. O jogo, porém, não foi sinônimo de alegria para todos os jogadores dos Hornets, ao menos em uma parte dele. Isso porque, o atacante brasileiro Richarlison foi flagrado pela transmissão chorando no banco de reservas após a sua substituição.

A joia de 20 anos foi substituída aos 19 minutos do segundo tempo, nesse momento, a equipe vencia por 1 a 0 e o jogador vinha fazendo boa partida, criando ótimas oportunidades de gol, ainda que estivesse bastante pilhado - tendo inclusive discutido com o companheiro Deeney momentos antes de ser sacado.

O jogador, por sua vez, explicou que o momento foi um "desbafo", pois queria continuar em campo.

"Foi um momento de desabafo mesmo. Eu não queria sair, queria ficar jogando porque eu trabalho forte durante a semana. Foi um momento de desabafo, queria estar ajudando meus companheiros. Mas quem entrou deu conta do recado, e eu fiquei feliz pelos meus companheiros estarem fazendo gols. Acho que eu estava bem no jogo, acho que ele [o técnico Javi Gracia] me tirou por causa do amarelo", esclareceu o jogador, em entrevista à ESPN Brasil.

O brasileiro foi substituído por Roberto Pereyra, que teve papel de destaque na partida, uma vez que a equipe dos Blues chegou a arrancar um empate. Porém, logo em seguida, o argentino foi responsável por uma assistência e um gol, contribuindo para o triunfo admirável dos Hornets.

Richarlison comentou ainda sobre a atuação da equipe e toda a preparação para enfrentar os comandados de Antonio Conte.

"Durante a semana, a gente se preparou bem. Estudamos o time do Chelsea e vimos no vídeo os defeitos que estavam tendo ali. No jogo passado, eles levaram 3 a 0 dentro de casa. Então a gente conseguiu jogar no erro deles hoje. Fizemos uma bela partida e conseguimos sair com a vitória", completou o atacante.

Desde que chegou ao Watford, em agosto de 2017, o brasileiro assumiu papel de destaque na equipe, adaptando-se a Premier League e adquirindo a vaga de titular de forma rápida. Com 20 anos, ele soma cinco gols e quatro assistências em 29 partidas na temporada. Seu destaque imediato em uma das maiores ligas de futebol do mundo chamou atenção de grandes clubes do velho continente, e uma possível transferência já é especulada pela imprensa e - inclusive para o próprio Chelsea. O contrato dele com o clube inglês é válido até junho de 2022.