Tottenham estabelece preço por Harry Kane: € 350 milhões

Atacante tem valor estipulado pelo presidente Daniel Levy, que deseja bater recorde de negociação com seu principal jogador

Tottenham estabelece preço por Harry Kane: € 350 milhões
Kane foi o autor do gol da vitória do Tottenham sobre o Arsenal no último sábado (Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images)

De acordo com fontes próximas ao Tottenham, o presidente do clube do norte de Londres, Daniel Levy, já estabeleceu um preço para a grande estrela do seu time, Harry Kane: incríveis € 350 milhões, o que se aproxima de R$ 1 bilhão e 400 milhões. O valor de venda do camisa 10 dos Spurs foi estipulado após uma consulta de um agente, que sondou há mais ou menos uma semana a atual situação de Kane dentro do time inglês, estando a serviço do Real Madrid, na ocasião.

Duas coisas importantes foram informadas ao intermediário: os dirigentes do Tottenham e principalmente seu presidente estão dispostos a colocar Kane dentro do mercado, e que uma possível negociação só ocorrerá por um valor recorde no futebol mundial, superando os números pagos pelo Paris Saint-Germain pelo brasileiro Neymar.

A venda de Gareth Bale por € 100 milhões dos Spurs junto ao Real Madrid era até pouco tempo a maior transferência da história, sendo realizada pelo mesmo Levy, um dos grandes responsáveis por inflacionar o mercado futebolístico. Os € 100 milhões pelo galês Bale foram superados por Paul Pogba, 105, Ousmane Dembelé, 105, Philippe Coutinho, 160, e Neymar, 222.

O artilheiro da atual edição da Premier League, com 23 gols, tendo chegado a marca de 100 gols dentro da competição há poucos dias, integra o top5 de jogadores mais valorizados do mundo ao lado de Lionel Messi, Mbappé, Neymar e Pogba, desbancando o atual melhor do mundo Cristiano Ronaldo. Segundo o Transfermarkt, o atacante de 24 anos vale € 120 milhões (R$ 485 milhões), sendo o mesmo valor atribuído ao jovem francês Kylian Mbappé, pelo qual o PSG pagará € 180 milhões futuramente.

O camisa 10 dos Spurs e atacante titular do English Team não tem grande interesse em deixar o time inglês e se vê tranquilamente jogando até o fim da carreira no clube do norte de Londres e é incentivado pelo seu técnico, o argentino Mauricio Pochettino, que vê em Francesco Totti, grande ídolo da Roma, a figura a ser seguida por seu atleta. O preço pago pelo atacante inglês pode ser aumentado por fatores como: seu apelo comercial e ser a grande referência do seu clube e seleção.