Gündogan marca dois, Manchester City goleia Basel e encaminha vaga na Champions League

Citizens são amplamente superiores, mesmo fora de casa, e ficam bem próximos de garantir classificação às quartas de final

Gündogan marca dois, Manchester City goleia Basel e encaminha vaga na Champions League
Foto: Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images
Basel
0 4
Manchester City
Basel: Vaclík; Michael Lang, Taulant Xhaka, Lacroix, Suchý e Blás Riveros; Fabian Frei e Serey Dié; Elyounoussi (Bua, min. 84) e Stocker (Ajeti, min. 70); Oberlin. Técnico: Raphaël Wicky
Manchester City: Ederson; Walker, Kompany, Otamendi e Delph; Fernandinho, De Bruyne (David Silva, min. 62) e Gündogan; Bernardo Silva, Agüero (Danilo, min. 85) e Sterling (Sané, min. 56). Técnico: Pep Guardiola
Placar: 0-1, min. 13, Gündogan; 0-2, min. 18, Bernardo Silva; 0-3, min. 23, Agüero; 0-4, min. 53, Gündogan
ÁRBITRO: Jonas Eriksson (SUE). Cartões amarelos: Taulant Xhaka (min. 37), Fernandinho (min. 58), Gündogan (min. 89) e Serey Dié (min. 89)
INCIDENCIAS: Partida de ida das oitavas de final da Uefa Champions League 2017/18, disputada no Saint Jakob Park, na Basileia, na Suíça

Após dois meses ausente, a Uefa Champions League 2017/18 voltou. Nesta terça-feira (13), Basel e Manchester City começaram a disputar as oitavas de final no Saint Jakob Park, na Basileia. Mesmo distantes de seus torcedores, os Citizens foram amplamente superiores e levaram a melhor em goleada por 4 a 0, com gols marcados por Gündogan, duas vezes, Bernardo Silva e Agüero.

Com esse resultado, os ingleses poderão até perder por dois tentos de diferença que se classificam, enquanto os suíços precisarão vencer por quatro gols. A volta, que será disputada no estádio City of Manchester, em Manchester, está marcada para se realizar só no dia 7 de março, às 16h45.

City é superior e abre boa vantagem

Favorito a sair com a vitória, mesmo fora de casa, o Manchester City se atirou ao ataque logo no início e teve a primeira boa oportunidade em campo. Bernardo Silva recebeu pela direita e cruzou na pequena área, onde Gündogan apareceu bem e cabeceou firme. Vaclík, contudo, fez boa defesa para evitar.

O Basel, por outro lado, usou o contra-ataque como a principal arma e reclamou de um pênalti não marcado em Oberlin. Após lançamento, o atacante dos mandantes levou empurrão de Otamendi, que não visou a bola e a arbitragem nada assinalou. Pouco depois, De Bruyne cobrou escanteio e Gündogan se antecipou a Fabian Frei e testou ao fundo do gol.

Gol de Gündogan abre contagem do City no primeiro tempo
Gol de Gündogan abre contagem do City durante o primeiro tempo (Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images)

Amplamente superiores nas quatro linhas, os Citizens continuaram de maneira intensa no ataque e voltaram a balançar as redes, explorando falha de Vaclík. Sterling fez bom lance pela esquerda e levantou dentro da área, que Lacroix cortou mal. A sobra caiu no pé de Bernardo Silva, que teve tempo de dominar e arrematar estufando o barbante, com o goleiro não conseguindo espalmar.

Sem conseguir esboçar qualquer reação, os suíços pouco chegavam ao setor ofensivo, enquanto que os ingleses mostraram estar à vontade e chegaram ao terceiro tento. Fernandinho arrancou em velocidade pelo meio e deixou na medida para Agüero, que chutou colocado no canto direito e ampliou ainda mais a vantagem.

Basel reage, mas City consolida triunfo

Nem mesmo as adversidades e a desvantagem fizeram com que Wicky promovesse mudanças no Basel, já Guardiola manteve a estrutura dos 45 minutos iniciais na tentativa de prosseguir intenso. Antes do relógio chegar aos cinco, Elyounoussi arrematou da intermediária e esbarrou em defesa de Ederson.

Logo em seguida, contudo, o City demonstrou que estava bem melhor no confronto e marcou seu quarto gol. Gündogan recebeu bom passe de Agüero, deixou a marcação para trás e chutou colocada, tirando do alcance de Vaclík, que nada pôde fazer para deixar de ser vazado mais uma vez.

City controla vitória no segundo tempo e encaminha classificação (Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images)
City administra vitória no segundo tempo e encaminha classificação (Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images)

Com a larga vitória encaminhada e a vaga nas quartas de final próxima de ser concretizada, Guardiola resolveu descansar parte do time. Sané David Silva, que estavam ausentes por contusão na equipe inglesa, entraram para as saídas de Sterling e De Bruyne, respectivamente. Em campo, porém, quem teve a oportunidade foram os helvéticos através da bola parada. Oberlin bateu falta de longe e o goleiro brasileiro fez a defesa em dois tempos.

Em noite inspirada, o volante turco chegou perto de fazer seu terceiro, o quinto dos Citizens. Agüero fez boa jogada e cruzou para trás, com o intuito de achar algum de seus companheiros. Gündogan surgiu entre os adversários na marca do pênalti e mandou uma bomba, entretanto Vaclík fez grande intervenção, consolidando o resultado longe de seus domínios.