Seedorf recebe apenas advertência e está liberado para jogar
(Reprodução:globo.com)

Nesta terça feira (9), o meio campo holandês Seedorf, do Botafogo, foi julgado no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), por causa de sua expulsão na partida diante do Madureira na segunda rodada da taça rio, no dia 24 de março.

O jogador foi acusado de ter inflingido dois artigos (258 - Conduta contrária à ética esportiva) e (243-F - ofensa à honra). O árbitro Phillip Bennett disse em seu depoimento não ter se sentido ofendido, então o meia respondeu apenas ao primeiro.

O julgamento teve mais de duas horas de duração e o advogado do Botafogo disse que não obtiveram o julgamento esperado, apesar do holandês não ter sido suspenso. "Queríamos a absolvição. Dos males, o menor, só recebeu advertência", declarou Aníbal Rouxinol. 

Seedorf saiu do tribunal ser prestar declaração oficial sobre o resultado, a assessoria do clube carioca declarou que o jogador quer primeiro entender o que aconteceu para se pronunciar. 

Lateral do Madureira se complica

O lateral Gabriel que foi ao júri como testemunha, acabou saindo como réu. O jogador não se lembrava de detalhes sobre o acontecido e foi acusado com base no artigo 222 (Prestar depoimento falso perante a Justiça Desportiva), ele terá seu julgamento e poderá pegar de 90 a 360 dias.

VAVEL Logo