São Paulo bate União Barbarense e garante liderança no Paulistão

Com a situação complicada que vive na Libertadores, o São Paulo entrou em campo e garantiu a vitória sobre a equipe do União Barbarense, fora de casa, no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara d'Oeste pelo Paulistão. O Tricolor  venceu no placar de 2 a 1 sobre o adversário e conquistou o primeiro lugar na primeira fase do campeonato.

 
O JOGO
 
O esquema 4-2-3-1 que voltou no jogo desta noite, não funcionou muito para o São Paulo. O lateral  Douglas - que talvez seja um dos prováveis ataques no jogo contra o Atlético Mineiro - juntamente com Paulo Henrique Ganso, tiveram atuação bem discreta e quase não apareceram no jogo, deixando de criar boas chances e ampliar para a equipe. Osvaldo também tentou com um rendimento razoável, mas também não contribuiu muito.
 
Mesmo com a segurança na ponta da primeira fase, o São Paulo não mostrou bom rendimento dentro de campo. A equipe que teve os desfalques de Rogério Ceni (que se recupera de uma lesão no pé) e Denilson que está fora do país. Os atacantes Jadson e Luis Fabiano também não jogaram - assim como não enfrentam o Atlético Mineiro na Copa Libertadores contra o time de Ronaldinho Gaúcho. Rodrigo Caio, Denilson e Maicon também ficaram de fora. O primeiro tempo, não foi muito bom para ambos os lados. O São Paulo que não teve muitas exibições, jogou sem muita criatividade e criou poucas chances de gol. 
 
Já o União que precisava vencer a qualquer custo, começou pressionando e focando no ataque. Já nos primeiros minutos de jogo, o lareral direito Alex em rebote de falta, chuta em direção ao goleiro Dênis e a bola pega na trave direita, assustando a torcida adversária. O tricolor se sobressaiu com o lateral esquerdo Thiago Carleto, que assustou o goleiro Walter com um chute de longe e quase marcou em cobrança de falta, mas foi pego pela trave.
 
O placar foi aberto com gol de Cesinha, que em cobrança de escanteio, Fabrício falha e o atacante acerta com belo chute, sem chances de defesa para o goleiro Dênis. 
O Tricolor só reagiu após sofrer o primeiro gol. O lateral Carleto cruzou para dentro da área, que foi direto para a cabeça de Aloísio empatando a partida. Porém, o centroavante, dono do empate, foi expulso logo no ínicio do segundo tempo sendo punido com o segundo cartão amarelo e preojudicando a equipe - já que não enfrenta o XV de Piracicaba, domingo, no Morumbi.
 
Mesmo com um a menos, o Tricolor Paulista arranca a vitória e aos 9 minutos do segundo tempo, vira o placar com gol contra. Douglas que cobrou escanteio pela esquerda chegando aos pés de César, que chuta de forma esquisita e marca para o São Paulo se colocando em vantagem. O resultado, preocupou ainda mais o União Barbarense que até teve momentos bons na partida, mas não soube levar o placar adverso e alcançar o empate. O São Paulo soube dominar o resultado e até poderia ter ampliado, já que se aproximando dos minutos finais do jogo,  Ganso caiu dentro da área se esbarrando em Diogo, e o árbitro marcou pênalti. Quem bateu foi Osvaldo, mas o goleiro Walter levou a melhor e defendeu. Com isso, o Barbarense acabou se ligando mais para o jogo. Julio Cesar assustou ao chutar de longe, mas cai para fora sem chances de marcar no placar.  
 
Com o resultado, o São Paulo assume a ponta na classificação e só precisa de mais um jogo para garantir com antecedência o direito de decidir em casa e talvez uma possível final. O próximo adversário será o XV de Piracicaba, em casa. Já o União Barbarense segue na zona de degola, a dois pontos do Mirassol, com 13 pontos. 
VAVEL Logo