1-0, min. 25', Romarinho; 2-0, min. 60', Paolo Guerrero; 3-0, min. 90+3', Edenílson;
Sem dificuldades, Corinthians vence o San José pela Libertadores

Sem dificuldades, Corinthians vence o San José pela Libertadores

O Corinthians não encontrou muita dificuldade para vencer o San José (BOL) por 3 a 0 e garantir a primeira colocação do Grupo 5 da Libertadores. (Foto: Leonardo Soares / UOL)

guilherme-sacco
Guilherme Sacco

Com muita tranquilidade e apresentando um futebol de encher os olhos do torcedor corintiano, o Timão venceu o San José, nesta quarta-feira (10), no Pacaembu, por 3 a 0 e agora tem a segunda melhor campanha geral da primeira fase da Libertadores e agora seca Olimpia e Santa Fé para se manter.

Os gols da partida foram anotados por Romarinho, Guerrero e Edenílson. Os destaques vão para Romarinho, que além de ter marcado o primeiro gol, foi o grande nome do primeiro tempo e para Emerson Sheik, que tem voltado a jogar como na última Libertadores e foi o responsável direto pelos três gols da equipe.

Romarinho é o grande destaque da primeira etapa

Jogando em casa e querendo a vitória para garantir a primeira colocação do Grupo e aumentar o saldo de gols, o Corinthians foi pra cima do San José desde o começo da partida e teve em Romarinho o seu principal jogador.

Logo aos três minutos, o Timão levou perigo pela primeira vez. Alessandro lutou pela bola na entrada da área e fez com que ela sobrasse para Danilo que dominou e mandou por cima. Seis minutos depois, Guerrero fez lançamento para dentro da área, o zagueiro Luis Torrico se complicou e deixou Emerson tomar a sua frente e sair de cara para o goleiro. No desespero, o defensor agarrou Sheik e o derrubou. A arbitragem nada marcou.

O San José cometia uma série de faltas em cima de Romarinho, principalmente ao redor da grande área. E era através dessas bolas paradas que o Corinthians chegava com mais perigo. Aos 23 minutos, o próprio Romarinho cobrou para dentro da área, Paulinho desviou e o goleiro quase se complicou numa defesa simples. No minuto seguinte, quem sofreu a falta foi Danilo e quem cobrou foi Emerson, com perfeição, na cabeça de Romarinho que só teve o trabalho de empurrar para a rede.

O Corinthians continuou dominando e criou outras duas boas chances com Guerrero, depois de boas jogadas de Romarinho e terminou a primeira etapa com um homem a mais. Carlos Tordoya, que já havia recebido o cartão amarelo no lance do gol, cometeu falta dura em Alessandro, recebeu a segunda advertência e foi retirado do campo.

Com um a mais, ficou tranquilo

Se jogando onze contra onze o San José não oferecia muita dificuldade, com um a menos a equipe boliviana fez apenas figuração na segunda etapa. O Corinthians dominou completamente e foi em busca de aumentar o saldo de gols e melhorar a sua campanha.

A primeira boa chance do Timão veio aos quatorze minutos, quando Romarinho bateu escanteio e o zagueiro Gil testou firme, mas a bola carimbou o travessão de Lampe. No minuto seguinte, Emerson Sheik fez uma jogada espetacular pela esquerda e cruzou com perfeição para Guerrero. O peruano dominou livre na pequena área e não perdoou, fazendo 2 a 0 para o Corinthians.

O Alvinegro continuou buscando o terceiro gol, que lhe faria ficar a frente do Vélez na classificação geral. Aos 28 minutos, Emerson achou Alexandre Pato dentro da área, o centroavante tentou a jogada no meio de três marcadores, caiu e pediu pênalti. A arbitragem mandou seguir e a bola sobrou para Paulinho que bateu e obrigou Lampe a fazer bela defesa. No rebote, Jorge Henrique carimbou o volante Didi Torrico em cima da risca do gol.

Aos 42 minutos, Alexandre Pato recebeu na grande área, fez linda finta e tocou na saída do goleiro e carimbou a trave de Lampe. Quando parecia que o terceiro gol não ia sair, Emerson Sheik deu lindo passe de letra para Pato, que limpou o marcador e enfiou para Edenílson. O volante saiu na cara do gol e deu um toque de categoria por entre as pernas do goleiro para sacramentar o placar.

VAVEL Logo
CHAT