Com muita disposição, Palmeiras vence o Libertad e se classifica para as oitavas de final

Foi do jeito que o torcedor palestrino gosta. Diante de um Pacaembu completamente lotado e vibrante, a equipe do Palmeiras lutou, brigou, honrou a camisa alviverde e venceu a equipe do Libertad, até então invicta, por 1 a 0, com um jogador a menos durante quase todo o segundo tempo. Com a vitória, o Verdão assumiu a liderança do Grupo 2 e garantiu sua classificação para as oitavas de final da Libertadores.

Palmeiras tenta muito, mas gol não sai

Precisando da vitória para se classificar e inflamado pelo impressionante apoio do torcedor, o Palmeiras começou a partida indo pra cima do Libertad, demonstrando muita vontade e dedicação. A primeira boa chance do Verdão veio com o zagueiro Henrique, que desviou escanteio e a bola passou rente a trave paraguaia. Depois, quem brilhou foi Vinicius.

Primeiro, o atacante fez linda jogada individual, fintou o marcador, mas teve seu chute travado. Depois, fez bonita tabela com Juninho, levou na linha de fundo e cruzou para dentro da grande área, mas Souza não conseguiu alcançar.

O Palmeiras continuava pressionando, mas as chances apareciam apenas em finalizações de longe, pois quando tentavam construir uma jogada, os jogadores do Verdão eram parados na base da violência, principalmente de Guiñazu.

Verdão abre o placar e tem que se segurar com um a menos

O Palmeiras voltou do intervalo com o mesmo espírito que entrou na primeira etapa e criando muito mais chances de gol. Logo no primeiro minuto, Ayrton achou Juninho dentro da grande área, mas a cabeçada foi por cima do gol. Aos três, Marcelo Oliveira quase fez de letra, mas a zaga salvou.

Aos sete minutos, Wesley arriscou de longe e pegou mal na bola, mas ela sobrou para Charles, livre dentro da grande área. O volante dominou e tocou por entre as pernas do goleiro para abrir o placar. Quando tudo parecia mais tranquilo, Wesley fez falta inocente no meio de campo, recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Palmeiras com um jogador a menos em campo.

Com um jogador a mais, o Libertad foi pra cima do Verdão, pressionou muito, mas o espírito de luta, a raça dos jogadores do Palmeiras fez a diferença. Marcando muito e disputando todas as bolas até o final, o Alviverde segurou os paraguaios, manteve a vantagem e se classificou para as oitavas de final.

VAVEL Logo