Para conquistar o segundo turno, Criciúma precisa vencer e torcer por tropeços de rivais
Elenco treinou forte para o duelo contra o Figueirense nesse domingo (Foto: Divulgação/Criciúma)

O Criciúma pode conquistar o segundo turno do Campeonato Catarinense com uma rodada de antecedência. Para isso, o Tigre precisa vencer neste domingo o Figueirense às 16h, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e torcer para que o Avaí e o Atlético de Ibirama tropecem em seus jogos.  

No entanto, é preciso fazer o seu papel fora de casa. O adversário desse final de semana é o terceiro colocado do segundo turno, com 12 pontos. Apesar de estar entre os primeiros, o Furacão vem mordido após a derrota para o Avaí na semana passada por 2 a 1 e como não poderia ser diferente demonstra muito respeito ao time do Sul do Estado.

“É um jogo importante e difícil. É um adversário que vem crescendo durante o campeonato. Com todas as dificuldades temos um grupo, em que eu acredito e confio para que a gente possa fazer um grande jogo”, analisa o técnico do Figueirense, Adilson Batista.    

Já pelo lado do Criciúma o momento é muito especial. A equipe está a seis jogos sem perder, sendo três vitórias consecutivas. Com esse retrospecto, o atacante Marcel acredita no potencial do elenco.

“Treinamos forte a semana toda. O time nunca está perfeito na forma de atuar, mas procuramos melhorar a cada dia”, disse o jogador. “Nossa concentração tem que ser a máxima possível nessa reta final do campeonato. Depois desses jogos, vamos medir nossas forças em busca do título”, completa.

Caso não conquiste o título amanhã, o Criciúma terá que vencer na última rodada o Metropolitano em casa, no Heriberto Hulse, e torcer por novos tropeços de Figueirense, Atlético de Ibirama e Avaí em seus respectivos jogos.   

VAVEL Logo