Sem a 'cabeça' no Grêmio, Marcelo Moreno treinará em separado
(Foto: Divulgação)

Após várias manifestações polêmicas enfatizando sua insatisfação com a reserva no Grêmio, Marcelo Moreno, o artilheiro do time em 2012, não possui chances, e nem clima, para voltar ao time principal.

Depois do jogo de Domingo pelo campeonato gaúcho, seu ex-companheiro de ataque na temporada passada, Kleber, criticou a postura do centroavante. Ele esbajou sinceridade ao falar sobre o caso, mostrando o total descontentamento dele e de todo o elenco com as declarações do boliviano.

- Da minha família, cuido eu. A postura dele foi um desrespeito ao elenco, ao treinador e clube, ao chamar o Grêmio de timinho- afirmou o Gladiador.

Logo após, Rui Costa confirmou que Moreno passará a treinar em separado dos demais jogadores a partir desta semana.

Para o presidente Fábio Koff, o jogador não está com a 'cabeça no Grêmio' e que a melhor saída para ambas as partes é a venda:

-  O Grêmio pagou muito alto por ele e iremos fazer o possível para ter o menor prejuízo. Mas a definição é dele.

O centroavante da Seleção da Bolívia voltou aos treinamentos somente na Terça-feira a pedido da direção, enquanto os demais jogadores viajavam ao Chile para a partida de Quinta contra o Huachipato, válida pela última rodada da fase de grupos da Libertadores.

Vale lembrar que depois do empate sem gols no fim de semana, a torcida gremista que compareceu ao Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, clamava por Marcelo Moreno das arquibancadas.

VAVEL Logo