Sem tempo, Palmeiras fez “dossiê” sobre o Tijuana-MEX
Ayrton mostra a "apostila" que os jogadores do Palmeiras precisam estudar antes de entrar em campos contra o Tijuana-MEX (Foto: Fabricio Crepaldi)

Com 17 horas de viagem e pouco tempo para preparar os jogadores e passar instruções sobre o adversário desta terça-feira, o técnico Gilson Kleina inovou e distribuiu uma apostila – com quase 10 páginas – com todos os detalhes sobre o time mexicano. A apostila foi entregue depois do treinamento de reconhecimento do Estádio Caliente.

O estudo é completo, com escalação e formação tática. Além disso possui também ponto forte e a característica de cada um dos jogadores adversários. A apostila ainda conta com uma explicação minuciosa do adversário, com direito a análise de cada setor do Tijuana, entre outras explicações.

Para Gilson Kleina, essa foi a única saída para preparar o elenco para o duelo, depois da longa viagem e do cansaço. “[O Tijuana é um] Time muito rápido, de velocidade, com jogadores experientes. Tem o Arce no meio, que alimenta os companheiros, Martinez e Riascos na frente com velocidade. Tem o Moreno também como centroavante, além de uma defesa forte. Entendemos que é muito competitivo e organizado”, afirmou Kleina.

Outro ponto que tira o sono do treinador palmeirense é o gramado sintético, que é diferente dos gramados sintéticos em solo brasileiro, já que a grama no Estádio Caliente é muito baixa e faz a bola pingar mais.

“Será um jogo extremamente rápido, a grama sintética é menor, a bola fica muito mais viva, corre mais. Estamos acostumados a dominar e passar. Vamos tentar jogar rápido. Eles roubam muito a bola por isso, estão adaptados a roubar com o erro no domínio” disse o treinador do Palmeiras. 

VAVEL Logo