Internacional vence Juventude nos pênaltis e garante título antecipado do Gauchão

Na tarde deste domingo (5), Internacional e Juventude decidiram quem seria o campeão da Taça Farroupilha, o segundo turno do Campeonato Gaúcho. Durante o tempo regulamentar, a partida terminou empatada em 0 a 0, o que levou à disputa de penalidades. Nos pênaltis, o Inter venceu por 4 a 3 e garantiu o título de Campeão Gaúcho de 2013 de forma antecipada, pois conquistou os dois turnos da competição.

A etapa inicial começou fria e apenas aos 20 minutos aconteceu a primeira chance de gol. O Juventude, focado em quebrar a hegemônia dos clubes da capital no Gauchão, levou perigo aos 20 minutos. Bergson disputou a bola na lateral-direita com Gabriel, levou vantagem e cruzou para Zulu, que por pouco não chegou a tempo de finalizar. Cinco minutos mais tarde, Gabriel chutou Fabrício e levou cartão amarelo, causando discussão entre D’Alessandro e Lisca, treinador da equipe alviverde.

No principal lance dos 45 minutos iniciais, Diogo Oliveira cabeceou para o fundo das redes de Muriel, mas o árbitro Márcio Chagas da Silva anulou o lance por falta em Williams.

O segundo tempo começou melhor para o Juventude. Logo aos 4 minutos, Zulu aproveitou falha de Muriel em sair do gol e finalizou, mas o arqueiro colorado conseguiu se recuperar e fazer a defesa. Após a pressão inicial, o jogo esfriou e as equipes pouco finalizaram. Aos 28, Damião sentiu lesão na virilha e precisou sair de campo, dando oportunidade ao atacante Caio, que geralmente entra no lugar de Forlán.

O Internacional melhorou após a saída de Damião. Aos 29, Forlán cobrou escanteio na cabeça de Fabrício, obrigando o goleiro Fernando a fazer grande defesa. Embalado por sua torcida, maioria no estádio, continuou na pressão. Dois minutos mais tarde, Fred arriscou de fora e Fernando novamente fez excelente defesa. E novamente o goleiro alviverde precisou trabalhar. Aos 34, D’Alessandro bateu falta com precisão, para Fernando tirar de soco. No último lance, D'Alessandro cobrou escanteio e Caio, na pequena área, perdeu grande chance.

Nas disputas de pênaltis, o Internacional levou melhor. Logo na primeira cobrança colorada, D’Alessandro cobrou no canto esquerdo de Fernando, mas o arqueiro, em grande partida, buscou o chute do argentino. Na terceira série do Juventude, Rogerinho acertou o poste, deixando a disputa empatada em 2 a 2. Na última penalidade antes das alternadas, Moisés, do Juventude, bateu a meia altura no canto direito de Muriel, que fez a defesa.

Com a vitória nas penalidades, o Inter, que já havia vencido o primeiro turno da competição, garantiu de forma antecipada o título do Gauchão. O colorado ganhou pela terceira vez seguida o campeonato, tornando-se tricampeão.

VAVEL Logo