Com falha de Bruno, Palmeiras perde do Tijuana e está eliminado
Bruno falha e Palmeiras está fora da Libertadores 2013 (Foto: Eduardo Viana)

O Palmeiras conseguiu levar 37 mil pessoas para o Pacaembu, para apoiar a possível ida do time as quartas-de-final da Libertadores. O time porém esbarrou nos próprios erros e acabou derrotado por 2 a 1.

O primeiro gol aconteceu depois de uma falha bisonha de Bruno, no segundo, a zaga vacilou e Arce acertou um belo chute. O Verdão ainda diminuiu com Souza, de pênalti. Com a derrota, o time está fora da Libertadores e agora se concentra na disputa da Série B e da Copa do Brasil.

O Palmeiras ainda teve um gol mal anulado de Kléber que daria o empate em 2 a 2, que não seria suficiente para classificar os paulistas.

O primeiro tempo começou com o Verdão atacando e contando com o apoio da torcida que empurrava o time, mas apesar do domínio, não houve muitas chances de gol, a melhor foi aos 24 minutos, quando Ayrton bateu falta e acertou o travessão. Aos 26, foi a vez do Tijuana ir ao ataque e contar com uma ajuda do goleiro Bruno.  Martinez tocou para Riascos que bateu fraco, o goleiro Bruno tentou encaixar e viu a bola  ir parar no fundo das redes.

Depois do gol, o time palmeirense sentiu e não conseguiu produzir boas chances passando o restante do primeiro tempo tentando criar e esbarrando na ansiedade e na catimba mexicana. Foram 5 cartões amarelos para os mexicanos, apenas no primeiro tempo.

Aos 32 minutos, uma das muitas “trapalhadas” da arbitragem, Ruiz foi expulso após acertar o rosto de Kléber, depois de ser avisado pelos jogadores do time mexicano que o jogador não tinha amarelo, o juiz voltou atrás.  No fim do primeiro tempo, Ayrton ainda assustou o goleiro Saucedo que mandou a bola para a linha de fundo.  Antes da cobrança do escanteio, o juiz resolveu encerrar o primeiro tempo, causando mais reclamações dos palmeirenses.

No segundo tempo, logo aos 6 minutos, o Palmeiras sofreu o segundo gol, depois da bola ser mal afastada pela zaga palmeirense, Arce pegou bem e sem chance para o goleiro Bruno.

Com 2 a 0 no placar, o time mexicano via a vaga cada vez mais perto, já o Palmeiras tentou mudar, mas continuava errando muitos passes. Aos 9 minutos, Souza quase diminuiu em uma cabeçada dentro da área.

Aos 15 minutos, a bola tocou na mão de Aguillar, o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Souza descontou para o Palmeiras. 8 minutos depois, Kléber fez de cabeça o que seria o 2º gol do Palmeiras, que acabou anulado com a marcação do impedimento – que não existia.

Aos 36 minutos, o atacante Riascos teve a chance de fazer o 3º, driblou o goleiro Bruno e bateu, Mauricio Ramos, em cima da linha, conseguiu tirar a bola e evitar o gol mexicano.

Aos 39 minutos, Aguillar foi expulso depois de falta em Kléber, mesmo com um jogador a mais, o palmeiras não conseguiu os dois gols que dariam a vaga nas quartas-de-final para enfrentar o Atlético-MG.

Com a eliminação no torneio continental, o Palmeiras agora se concentra na disputa da Série B e da Copa do Brasil.

VAVEL Logo