Cobrando atitudes da CBF, Abel se preocupa com arbitragem na Libertadores
Abel reclama com o quarto árbitro na partida contra o Emelec (Foto: Rossana Fraga/Photocamera)

Tendo em vista a partida contra o Olimpia pelas quartas de final da Libertadores, o técnico Abel Braga citou como exemplo a eliminação do Corinthians perante ao Boca Juniors, em partida onde o Carlos Amarilla deixou de marcar dois pênaltis e anulou dois gols légitimos corinthianos, para revelar sua preocupação com a arbitragem na Libertadores.

"Antes de começar a Libertadores, falei que sempre e, cada vez mais, vai se acentuar a preocupação de ter cinco ou seis clubes brasileiros na competição. O que fizeram com o Corinthians foi algo lamentável, vergonhoso. Sabemos como é difícil e não vai ser diferente contra o Olimpia. Vamos com tudo, é uma equipe com tradição, vocês viram o estádio. Lá, normalmente tem confusão. Vai ser resolvido no campo, mas para eles, às vezes, quem resolve é o árbitro. Não tenho solução, tenho preocupação. Como todos têm."

"Nós não temos como fazer qualquer interferência. A CBF tem. Ouvi que a Conmebol está pensando em punir o trio do Corinthians e Boca. Tem que afastar, reciclar, o prejuízo é enorme."

De mãos atadas, o técnico afirmou que não basta apenas os dirigentes tricolores reclamarem sobre arbitragem com a Conmebol, mas também, é necessário atitudes da CBF em defesa de seus clubes remanescente na competição.

"Não preciso conversar com a diretoria. Acho que não é a direção do Fluminense que tem de se preocupar. Quem tem é a CBF. Hoje, dos seis brasileiros, só Atlético-MG e Fluminense estão representando o país. Nós não temos como fazer qualquer interferência. A CBF tem. Hoje, ouvi que a Conmebol está pensando em punir o trio do Corinthians e Boca. Tem que afastar, reciclar, o prejuízo é enorme. Financeiro, de conquista, de ir ao Mundial. Mantivemos o grupo, mas o Atlético-MG gastou muito. De repente, um cara te tira isso. O Corinthians se reforçou e teve prejuízo financeiro, de marketing e de imagem. Quem tem de ficar mais atento é a CBF. É notório" - cobrou

Assim como o Corinthians, o Fluminense também já foi prejudicado nesta edição da Libertadores. Na partida contra o Emelec, no Equador, um pênalti inexistente assinalado pelo árbitro Wilmar Rondan terminou no gol da vitória dos donos da casa. Fluminense e Olimpia fazem o primeiro jogo das quartas de final na próxima quarta-feira (22), em São Januário.

VAVEL Logo