Coritiba e Atlético-MG estreiam pelo Brasileirão no Alto da Glória
Autor de um dos gols do empate contra o Tijuana, Tardelli vai pro jogo; Ronaldinho será poupado (Foto: Agência Estado)

Coritiba e Atlético-MG iniciam suas batalhas no Campeonato Brasileiro de 2013. O Coxa vem de duas emoções distintas: venceu o rival Furacão na final e conquistou o Campeonato Paranaense pela terceira vez seguida. Mas na Copa do Brasil, o time comandado por Marquinhos Santos deu vexame e foi eliminado pelo Nacional de Manaus. Agora o Coxa foca no segundo semestre, onde disputará a Sul-americana e o Brasileirão. O começo de tudo será no Couto Pereira, às 18h30min deste domingo (26), contra o Atlético-MG de Cuca, embalado pela conquista do Campeonato Mineiro e focado na busca pelo título da Libertadores.

Coxa busca mudança de patamar, Galo quer continuar brigando no topo

O rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2009 marcou a história do Coritiba. Após o descenso o clube se organizou, se modernizou, voltou a série A e foi vice-campeão por duas vezes na Copa do Brasil e nunca correu grandes riscos de voltar a segundona. Mantendo a base do elenco e o estilo de jogo entre as temporadas, revelando bons valores e pagando pouco por jogadores que se mostram úteis ao elenco, o Coritiba é um exemplo de bom trabalho no futebol brasileiro atualmente.  Mas falta um título, ou ao menos uma campanha que imponha mais respeito. Com os pés no chão e responsabilidade nos investimentos a diretoria coxa-branca acredita que 2013 pode ser o ano dessa mudança de patamar. Para tentar o feito, terá o auxílio de um craque, o veterano Alex que a cada jogo mostra que ainda tem muito a dar ao futebol e ao Coritiba.

Pelo lado do Galo, a expectativa é uma só: continuar brigando nas primeiras posições. O treinador Cuca garantiu que esse deve ser o objetivo do clube após conquistar a vaga na Libertadores no Brasileirão de 2012, ano em que o Galo passou perto do título. Em 2013 o Atlético-MG se mostra mais forte, mais completo, é um dos principais candidatos ao título da Libertadores e também quer chegar forte no Brasileirão.

Coxa tem desfalque de Rafinha

O Coritiba inicia a disputa do Brasileirão de 2013 sem um dos seus principais jogadores. Se recuperando de lesão na coxa esquerda, Rafinha fica de fora da estreia e será substituído por Geraldo. Rafinha vem fazendo falta ao Coxa, apesar de seu substituto Geraldo vir marcando gols. Sem Rafinha, o Coritiba fica menos inicisivo no ataque e Alex sobrecarregado na armação das jogadas.

Em um 4-2-3-1, Marquinhos Santos deve mandar o Coxa a campo com: Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Dênis; Júnior Urso, Gil, Robinho, Alex e Geraldo; Deivid.

Cuca deve poupar alguns titulares no Couto

O Galo estreia no Brasileiro ainda sem conseguir se desvincular da campanha na Libertadores. A delegação atleticana chegou a Coritiba levando na bagagem, além do bom resultado conquistado no México, um desgaste enorme acumulado pela sequência de jogos e viagens. Espera-se que Cuca mande a campo no Couto Pereira uma equipe mista.

A expectativa é que Ronaldinho, Jô e Bernard sejam poupados. O veterano Gilberto Silva também deve ficar de fora. Há também a possibilidade de Cuca poupar seus dois cães de guarda, Pierre e Leandro Donizete, ou ao menos um dos dois. Recuperado de lesão na mão, Leonardo Silva deve voltar a equipe, até para readquirir ritmo de jogo. Fora da partida contra o Tijuana por quadro infeccioso, Richarlyson continua de fora contra  o Coxa.

Para a partida no Alto da Glória, Guilherme, Leleu e Serginho que não estavam na delegação para a partida contra o Tijuana viajaram para Curitiba e serão relacionados para o jogo.

Cuca deve mandar o Atlético a campo , no 4-2-3-1, com: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre (Josué), Leandro Donizete (Serginho), Luan, Guilherme e Diego Tardelli; Alecsandro.

Promessa de jogo aberto entre duas equipes de estilo de jogo semelhantes

Coritiba e Galo devem fazer um jogo aberto no Couto Pereira. Marquinhos Santos e Cuca mandam suas equipes a campo com desenhos táticos parecidos. A base das duas equipes é o 4-2-3-1 e os conceitos de jogo também se assemelham. Marcação forte, intensidade e participação de todo o time em todas as fases do jogo. As duas equipes jogam com um camisa 10 clássico, Alex pelo do Coxa e pelo lado do Galo, Guilherme deve substituir Ronaldinho, mas realizando a mesma função.

As diferenças ficam por conta dos volantes, os do Galo sobem pouco ao ataque, os do Coritiba jogam um jogo mais moderno, apoiando mais os ataques da equipe. Outra diferença marcante entre os times de Cuca e Marquinhos, é a movimentação mais irresponsábel dos homens de frente do Galo, o Coxa é mais pragmático nesse quesito.

Diferenças a parte, a certeza é que teremos um jogo de qualidade no Couto Pereira, entre duas equipes que há um bom tempo vem se notabilizando por praticar um futebol atual e vistoso em vários momentos.

VAVEL Logo