Com quatro gols no primeiro tempo, Cruzeiro atropela Goiás no Independência

No encontro entre o vice-campeão mineiro e o bi-campeão goiano, o Cruzeiro levou a melhor pra cima do Goiás. Com um primeiro tempo impecável, o Cruzeiro não deu chances ao Goiás e goleou por cinco a zero. Na próxima rodada, o time celeste enfrenta o Atlético-PR fora de casa, na quarta-feira às 15h. Já o clube esmeraldino, recebe o Corinthians, também na quarta, às 22h no Serra Dourada.

Os dois times vieram completos para a estreia. No Cruzeiro, Dedé fez seu segundo jogo como titular ao lado de Bruno Rodrigo. Borges e Dagoberto, lembrando os tempos de São Paulo, formaram a dupla de ataque celeste. No Goiás, a grande curiosidade era a dupla de ataque, formada por ex-cruzeirenses: Araújo e Walter, além do lateral Vítor. O Cruzeiro também tinha dois ex-esmeraldinos: Egídio, titular na lateral esquerda, e o meia Ricardo Goulart, no banco de reservas.

Cruzeiro arrasador e goleada na primeira etapa

A primeira etapa começou estudada. O Goiás marca forte e não cedia espaços ao Cruzeiro. Mesmo assim, o time da casa não demorou para abrir o placar. Logo aos seis minutos, Dagoberto levantou bola na área e, na sobra, Diego Souza empurrou pro gol inaugurando o marcador. O jogo estava muito pegado, com muitas faltas. O Cruzeiro seguiu melhor, com Dagoberto mostrando muita disposição. Aos 19 minutos, Everton Ribeiro teve um gol mal anulado por impedimento.

O time celeste seguia melhor, forçando as jogadas pelo lado esquerdo com Egídio e Dagoberto. As jogadas aéreas também era bem exploradas pelo Cruzeiro, e por meia delas saiu o segundo gol. Dagoberto levantou na pequena área e Bruno Rodrigo mandou pro gol fazendo o segundo. O Goiás não conseguia criar nada, com Renan Olivera sumido da partida. 

Nos minutos finais da primeira etapa, o Cruzeiro manteve o ritmo avassalador. Dagoberto deu mais uma assistência, agora para Nilton marcar de cabeça. No lance seguinte, Egídio deixou Borges de frente com Harlei, e o artilheiro não desperdiçou, fazendo o quarto gol dos donos da casa, num primeiro tempo impecável.

Cruzeiro só administra vantagem e sai com os três pontos

No segundo tempo, o Goiás voltou buscando mais o ataque e o Cruzeiro esperava mais, querendo explorar os contra ataques. No time celeste, Egídio tinha muita liberdade para atacar. Os visitantes, mesmo tendo posse de bola no campo de ataque, sofria com a lentidão  de seus homens de frente. Único maneira do time esmeraldino ameaçar Fábio era por chutes de fora.

Aos 16 minutos o Cruzeiro chegou com perigo pela primeira vez. Diego Souza achou Dagoberto livre no lado esquerdo da área, e o atacante driblou um defensor e exigiu grande defesa de Harlei. Depois desse lance e das alterações de Marcelo Oliveira, o Cruzeiro voltou a ter o controle do jogo e não dava chances ao Goiás. Mesmo com os quatro gols sofridos, Harlei era o grande destaque do time goiano. 

Aos 33 minutos o Goiás teve sua grande chance na partida para descontar. Eduardo Sasha recebeu dentro da área e bateu a direita do gol de Fábio. Poucos minutos depois o time celeste mostrou novamente a sua arma da jogada aérea. Lucca cobrou escanteio e Nilton fez seu segundo gol, também de cabeça. Nos acréscimos, Renan Oliveira ainda tentou fazer o gol de honra dos visitantes, mas não obteve sucesso. Cruzeiro estreiando no Brasileiro com o pé direito.

VAVEL Logo