Náutico e Portuguesa empatam na despedida dos Aflitos

Era noite de despedida em Recife. O jogo deste domingo (2) entre Náutico e Portuguesa foi o último do Estádio dos Aflitos, que não será mais utilizado pelo Timbu. A partir de julho, e pelos próximos 30 anos, os jogos serão mandados na Arena Pernambuco. O resultado de 2 a 2 fez os times seguirem sem vitória no Brasileirão, mas o empate pouco importava nesse momento. O clima foi de muito choro e lembranças dos torcedores nas arquibancadas.

Pré-jogo

O Náutico preparpou uma campanha especial para essa última vez que atuava nos Aflitos. Nas redes sociais, a hashtag #AflitosEterno foi utilizada pelos apaixonados pelo time e pelo próprio clube. Essa hashtag também esteve estampada na camisa que os jogadores usaram em campo. Além disso, um pequeno vídeo oficial foi produzido para a homenagem (ver abaixo).

O jogo

Em campo, Náutico e Portuguesa fizeram um jogo movimentado. A necessidade do resultado positivo fez com que as equipes atuassem abertas, sem medo de se defenderem. Logo aos 7 minutos, Caion teve grande chance, mas não conseguiu tocar para o gol, que estava sem goleiro. A Lusa respondeu três minutos depois, com Souza, que recebeu na área, girou e Felipe fez boa defesa.

Caion mais uma vez foi acionado em lançamento, carregou e bateu com perigo ao gol de Gledson, aos 12 minutos. Aos 15, a pressão do Timbu funcionou: Jones Carioca recebeu na direita, em velocidade, e cruzou para Rogério cabecear livre para fazer 1 a 0. E por pouco que o Náutico não ampliou, mas Jones Carioca mandou na trave, aos 20 minutos.

A Portuguesa, após o baque, se soltou na partida e empatou aos 31: tabela entre Luis Ricardo e Correa, este último cruzou na medida para Michel ganhar do zagueiro e cabeçear para igualar o placar: 1 a 1. Os comandados de Edson Pimenta quase viraram, com duas boas chances, e as duas com Luis Ricardo, uma em chute com perigo, e outra no travessão, assustando o goleiro Felipe.

Na etapa final, os técnicos Silas e Pimenta mudaram seus times para melhorarem ainda mais, mas a emoção no duelo só aconteceu nos últimos 15 minutos. Aos 36 minutos, Ferdinando bateu com força a falta, e no meio do caminho encontrou Romão, que com leve desvio, enganou Felipe: 2 a 1 para os lusitanos.

Quando o Timbu pensava que se despediria melancolicamente, empatou com Marcus Vinícius, aos 47, que chutou com força ela direita, sem chance para Gledson. O placar final fez a equipe da casa se despedir sem os três pontos no seu estádio, que será lembrado eternamente pelos pernambucanos. Principalmente pela "Batalha dos Aflitos" de 2005 entre Náutico x Grêmio, mesmo que o final não tenha sido muito feliz para os torcedores.

Demissão

O técnico Silas foi demitido do Náutico após o empate diante da Lusa. "A decisão foi tomada após reunião entre o presidente e os membros do colegiado", segundo nota oficial do clube. Em 45 dias, o treinador sai do Timbu sem uma vitória sequer. O interino Levi Gomes comanda o time contra o Flamengo, na quarta-feira (5).

VAVEL Logo