Buscando a primeira vitória, Atlético-PR visita a Ponte Preta
Ricardo Drubscky vem sendo contestado e necessita da vitória para respirar no cargo (Foto: Reprodução/Gazeta do Povo)

Após três jogos sem vitória, o Atlético/PR vai à Campinas para tentar seu primeiro resultado positivo na competição diante da Ponte Preta, décima primeira colocada. O time paulista recebe seu segundo adversário no Moisés Lucarelli - tendo perdido para o São Paulo na estreia. Por sua vez, o Furacão segue longe de Curitiba - mesmo como mandante, acabou por atuar em Santa Catarina na última rodada.

No final de semana, o Atlético empolgou seu torcedor ao abrir 2 a 0 frente ao Flamengo, mas bobeou e levou o empate nos minutos finais da partida em Joinville, descendo à décima quarta colocação. A Macaca enfrentou o Corinthians no Pacaembu e, apesar de ter uma boa atuação, saiu derrotada pelo placar mínimo.

Tudo igual no último confronto

Querendo ou não, nenhuma das equipes tem lembranças recentes do adversário desta quarta-feira (5); o último embate entre paulistas e paranaenses ocorreu no Campeonato Brasileiro de 2006. Na rodada final, o time ponte-pretano já estava rebaixado matematicamente e não ofereceu dificuldades ao Atlético, que após sair atrás no marcador, empatou com Pedro Oldoni e garantiu o ponto que precisava para qualificar-se à Copa Sul-Americana de 2007. Desde então, a Macaca andou por divisões inferiores e, quando voltou, o Furacão estava na Série B.

Atacante aposta em adversário fechado e prega respeito

Chiquinho, centroavante da Ponte, ressaltou grande respeito ao Atlético e disse que jogos teoricamente mais fáceis acabam sendo o contrário e sua equipe tem de estar atenta. "Os times teoricamente mais fáceis são os que dão mais trabalho, não deixam a gente jogar. O Corinthians, por exemplo, deixa e por isso nós tivemos espaço. O mais importante é a vitória para dar tranquilidade no campeonato. O Atlético-PR vai atuar fechadinho contra a gente, para buscar o empate fora de casa. E nós vamos buscar a vitória, que é o mais importante para a gente neste momento. Precisamos pontuar em casa para pegar um embalo contra o Botafogo" - disse.

Surpresa da equipe quer ''se apresentar''

Atacante que pintou no elenco principal do Furacão após a pré-temporada, Ederson (ex-ABC) vem conquistando o reconhecimento de torcedores e imprensa conforme a carruagem anda. Destaque no início do Brasileirão, marcou os dois gols do clube no empate diante do Flamengo e revela estar ansioso para ''dar as caras'' no futebol. "Está sendo o campeonato para mostrar que o Ederson chegou realmente ao Atlético. Tive uma passagem boa pelo ABC nesses três anos em que estive lá. Aqui no clube, muita gente me conhecia. Mas imprensa e torcedor, ainda não. Então, tenho que mostrar minha cara agora. Estou fazendo bons jogos e espero continuar, ajudando o Atlético nesse Brasileirão" - afirmou.

Lateral-esquerdo retorna, mas Willian é dúvida

Guto Ferreira, treinador da Macaca, contará com o regresso de Uendel, lateral-esquerdo titular e peça importante. Entretanto, a equipe ponte pretana pode ser desfalcada por William, atacante e responsável por mandar a bola para as redes; neste caso, quem será escalado é Alemão. Magal, volante que atuou nos 3 compromissos da competição, apresentou cansaço nos recentes treinamentos e pode ser substituído por Paulo Roberto.

Camisa 10 de volta e prováveis desfalques

Tendo desfalcado a equipe durante as três primeiras rodadas, o camisa 10 Elias se recuperou totalmente de uma lesão no pé e estará a disposição de Ricardo Drubscky para o confronto. Resta saber se o treinador o utilizará como titular, haja vista que Everton e Felipe vêm fazendo bom trabalho e prometem apontar disputa forte com o meia. Do outro lado da moeda, o jovem lateral-direito Léo segue em tratamento de contusão na coxa e é baixa confirmada no time; quem deve assumir sua posição é Jonas, ex-Coritiba e Vasco que já substituiu o atleta no jogo contra o Flamengo. Deivid, um dos principais jogadores e peça chave do elenco, teve de sair no primeiro tempo na partida de sábado e é dúvida; ele será avaliado mais uma vez pelo departamento médico e, caso seja vetado, quem entra em sua vaga é Juninho, recém-contratado junto ao Mogi Mirim.

VAVEL Logo