Mesmo sem quatro titulares e jogando fora de casa, Galo enfrenta Vasco como favorito
Atlético-MG e Vasco duelam nesta quarta-feira, em Volta Redonda (Foto: Divulgação)

O Atlético-MG só conquistou um ponto no Campeonato Brasileiro até agora. O Vasco, três. No Galo Bernard e Réver, na Seleção, e Ronaldinho e Tardelli, poupados, são desfalques. No Cruz-Maltino Carlos Alberto volta a ser relacionado. O jogo é em Volta Redonda, teoricamente a casa do Gigante, embora não seja a Colina. O Vasco é o favorito? É só analisar o potencial das equipes para chegar a conclusão que não.

Por estar entregue à FIFA para treinamentos das equipes que disputarão a Copa das Confederações, o Estádio de São Januário não pode ser a casa do Vasco hoje, contra o Galo. A partida será disputada em Volta Redonda, e o Cruz-Maltino tenta afastar a má fase diante de um Atlético desfalcado, mas isso não torna a missão nem um pouco fácil.

Após duas derrotas consecutivas (uma, inclusive, por goleada), Paulo Autuori tenta reanimar o Vasco para o restante da temporada. Nada melhor que uma vitória sobre o melhor time das Américas, o Atlético. Para isso, Carlos Alberto poderá ser utilizado novamente pelo treinador. Após confusão na justiça por conta de um suposto doping, o apoiador deve ser relacionado novamente. Alisson, que estava no DM, deve voltar também. Yotún, na Seleção Peruana, é o desfalque. O Vasco deve jogar com Michel Alves, Elsinho, Luan, Renato Silva e Nei; Fillipe Bastos, Sandro Silva, Dakson (ou Alisson) e Carlos Alberto; Edmílson e Tenório.

O Galo tem a cabeça na Libertadores, mas, como o torneio só volta depois da Copa das Confederações, o Campeonato Brasileiro tem de ser levado a sério. Principalmente para quem quer brigar pelo título. Como já dito, Bernard, Réver, Ronaldinho e Tardelli não jogam. Gilberto Silva entra na zaga, Josué no meio e Luan e Guilherme no ataque. Cuca deve escalar o Alvinegro de Minas logo mais com o seguinte time: Victor, Marcos Rocha, Leonadro Silva, Gilberto Silva e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Josué; Guilherme, Luan e Jô.

Além dos desfalques do Atlético, um dado estatístico também é favorável ao Vasco: desde 2002 a equipe de Minas não vence o Vasco com mando de campo para a equipe carioca. Volta a vencer hoje de noite, após mais de dez anos? Só saberemos com a bola rolando, na partida que vai ser mediada por Raphael Claus, com o auxílio de Rogério Pablo Zanardo e Vicente Romano Neto, todos de São Paulo.

VAVEL Logo