Alex decide, Coritiba vence o Fluminense e assume liderança do Brasileirão

Invictos no Brasileirão, Coritiba e Fluminense entravam a campo no estádio Couto Pereira buscando a liderança da competição. Pelo lado paranaense, Alex era o maestro que organizaria as principais jogadas de seu equipe. Pelo lado tricolor, cabia a Wagner ditar o ritmo a mando de Abel Braga. Em um primeiro tempo equilibrado, Robinho e Carlinhos marcaram os gols da igualdade. Porém, em um segundo tempo de enorme pressão tricolor, coube a Alex mostrar sua genialidade e decidir a favor da equipe paranaense.

Com a vitória o Coxa lidera o Brasileirão com 8 pontos em 4 jogos, já o Fluminense aparece na 8ª colocação com 6 pontos em 3 jogos. Na próxima rodada, a equipe paranaense enfrenta o Náutico, em casa. Já o tricolor recebe o Goiás no estádio Moacyrzão buscando sua reabilitação na competição.

Empate com gols no primeiro tempo

Logo quando as equipes entraram em campo, o Coritiba mostrou que iria para cima e começou assustando com Alex que, em uma belíssima cobrança de falta, obrigou Ricardo Berna a fazer uma defesa espetacular. Entretanto, o arqueiro tricolor nada pode fazer no segundo lampejo do camisa 10 coritibano. Alex achou uma linda assistência para Robinho que só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes.

Com o gol, o Fluminense foi obrigado a sair da zona de conforto e tentar o jogo de maneira mais ofensiva. Assim como em 2012, o empate tricolor não demorou muitos minutos para sair. Wagner cobrou escanteio na cabeça de Carlinhos que, na primeira trave, igualou o marcador. Atônito, o Coxa foi presa fácil para o Fluminense no decorrer do primeiro tempo. Wagner, de cabeça, obrigou Vanderlei a se esticar todo para mandar a escanteio. Samuel ainda perderia um gol feito após belo passe de Sóbis. O apito final do primeiro tempo decretou o 1 a 1 com cara de 'quero-mais'.

Alex decide no fim

O padrão do segundo tempo seguiu a risca o primeiro. Fluminense melhor em campo e pressionando contra um Coritiba que buscava um gol salvador nos contra-ataque e bolas aéreas. Alex, o maestro, contemplou os torcedores presentes no Couto com um belíssimo entre as pernas de Wellington Silva logo no primeiro minuto. Aos 5, Sóbis finalizou com violência para boa defesa de Vanderlei. A resposta veio com o mesmo Alex, que tentou deslocar Ricardo Berna com um toque de categoria, mas o arqueiro tricolor foi mais ágil e interviu para escanteio.

Após a metade do segundo tempo, um caminhão de gols perdidos ia minando o Fluminense aos poucos. Rhayner girou com categoria e chutou bonito para Vanderlei espalmar. O mesmo Rhayner serviu a Carlinhos que chutou cruzado rente a trave do arqueiro paraense. Vendo seu time acuado, o técnico Marquinhos Santos trouxe Everton Costa ao jogo para melhorar o setor de meio campo, e conseguiu. No fim, coube aos deuses do futebol se encarregarem de por em prática a máxima de 'quem não faz, leva'. Alex recebe o passe na intermediária, e chuta forte para marcar o segundo gol do Coritiba na partida. O gol da vitória, Coxa 2 a 1.

VAVEL Logo