Para chegar bem na Copa das Confederações, Brasil quer vencer a França
Brasil tenta vencer a França para chegar embalado na Copa das Confederações (Foto: Reprodução / UOL)

Na última partida antes da disputa da Copa das Confederações, a seleção brasileira enfrenta a França, neste domingo (09), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, buscando a vitória para chegar na competição em um bom momento. Entretanto, os comandados de Luiz Felipe Scolari terão que passar por cima de dois tabus.

Desde novembro de 2009, quando venceu a Inglaterra por 1 a 0, em amistoso disputado em Doha, no Qatar, o Brasil não sabe o que é vencer uma das seleções campeãs mundiais, o que vem gerando muitas críticas por parte da torcida canarinha.

Neste meio tempo, dois técnicos passaram pelo comando da seleção e nenhum deles foi capaz de conquistar a vitória. Mano Menezes, demitido em novembro de 2012, foi derrotado por Argentina duas vezes, Alemanha e pela própria seleção francesa. Felipão, atual comandante, empatou com a Itália e com a Inglaterra, que também venceu o Brasil uma vez nesse período.

O outro tabu é contra a própria França, que a seleção brasileira não derrota há mais de 20 anos. A última vitória para cima dos “Bleus” aconteceu em agosto de 1992, em amistoso disputado em Paris, quando o Brasil venceu por 2 a 0, gols de Luis Henrique e Raí. Desde então, as duas equipes decidiram uma Copa do Mundo, em 1998, uma vaga nas semifinais da Copa de 2006 e disputaram mais quatro amistosos. A França acumula quatro vitórias – duas nas Copas – e dois empates.

Mais do que dar fim aos tabus, é necessário que o Brasil apresente um bom futebol e consiga uma vitória convincente para ganhar moral para a disputa da Copa das Confederações. Afinal, a torcida brasileira não tem tido muito com o que se empolgar com as recentes atuações do escrete canarinho.

Prováveis Escalações

O técnico Felipão afirmou que a equipe que enfrentará a França não deve ser muito diferente daquela que entrou em campo no empate contra a Inglaterra por 1 a 1, no Maracanã, no último domingo (03). A única mudança visível durantes os treinos realizados em Goiânia foi a entrada de Marcelo no lugar de Filipe Luis, na lateral-esquerda.

Apesar de o time titular não sofrer nenhuma mudança brusca, a seleção terá um desfalque importante. Leandro Damião, atacante do Internacional, lesionou a coxa direita e o centroavante Jô, do Atlético Mineiro, foi chamado às pressas para o seu lugar. Inicialmente, imaginava-se que Damião ficariade fora apenas do confronto contra os franceses, mas foi constatado que a lesão é mais grave que o esperado e o atleta perderá também a Copa das Confederações.

A equipe brasileira que deve entrar em campo na Arena do Grêmio é a seguinte: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred.

Pelo lado francês, o comandante Didier Deschamps deverá modificar bastante a equipe que foi derrotada pelo Uruguai por 1 a 0, na última quarta-feira (05). Benzema, recuperado de dores no joelho esquerdo, deve tomar a posição de Giroud no comando de ataque.

Lloris deve ocupar a vaga de Mandanda na meta francesa, assim como Rami deve substituir Mangala no miolo da zaga. Além de Mathieu que volta a posição de titular da lateral esquerda.

A França que deve enfrentar o Brasil é a seguinte: Lloris; Debuchy, Rami, Koscielny e Mathieu; Matuidi, Gourcuff, Cabaye, Payet e Valbuena; Benzema.

Relembre os principais confrontos entre Brasil x França

França 0 x 2 Brasil - 1992 (Última vitória brasileira contra os franceses)

França 3 x 0 Brasil - Final da Copa do Mundo de 1998

Brasil 0 x 1 França - Quartas de Final da Copa do Mundo de 2006

VAVEL Logo