Com dois gols de Ronaldinho, Atlético-MG vence o Grêmio em Sete Lagoas

Atlético-MG e Grêmio se enfrentaram na tarde deste domingo (9), em partida atrasada pela 2º rodada do Brasileirão, em Sete Lagoas. O Galo tinha os desfalques de Jô, Réver e Bernard, servindo a Seleção Brasileira, mas teve o reforço dos titulares Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli; já a única mudança do Tricolor em relação ao último jogo foi a volta de Elano ao time titular, no lugar do jovem Biteco.

 

Com o foco na Libertadores, o time mineiro  não vencia há seis jogos. Já a equipe de Luxemburgo possuía o melhor aproveitamento do campeonato e com os três pontos, acabaria entre os primeiros colocados ao fim da rodada. Mas não foi o que aconteceu. Com dois gols de Ronaldinho, destaque do jogo, o Atlético-MG venceu o Grêmio por 2x0, saindo da zona de rebaixamento do Brasileirão.

 

Primeiro tempo de bola na trave para os dois lados, mas que teve o Galo melhor em campo

Em um jogo marcado pelo reencontro de Ronaldinho Gaúcho, Gilberto Silva e Victor com o ex-clube, o meia começou assustando: logo aos 3 minutos, tocou para Alecsandro, que mandou para fora. Como jogava em casa, o Galo tomou a iniciativa e foi melhor no decorrer do confronto, já o Grêmio tratou de tocar bola no campo de defesa e tentou fechar os espaços. Quando a equipe não conseguia conter o avanço do adversário, Dida e o travessão salvaram.

 

O time gaúcho teve espaços e tentou jogar, mas os erros de passe impediram a armação de um contra-ataque; as únicas chances de perigo contra a  zaga mineira foram em duas cobranças de escanteio, executadas por Elano. Apenas aos 22' é que meio-campo e ataque conseguiram realizar uma jogada de efeito, enquanto o Atlético, com Luan, Tardelli e principalmente com Ronaldinho, obrigaram o goleiro gremista a realizar belas defesas. Mas aos 30 minutos, quem mandou a bola na trave foi o Grêmio, com Alex Telles.

 

No restante da primeira etapa, o Atlético-MG, mesmo com os importantes desfalques, foi melhor que o adversário. Os destaques do time mineiro foram os meias juntamente com os atacantes, que tabelaram, criaram e mostraram rapidez quando detinham a posse de bola. Barcos e Elano pouco apareceram, Kleber sofreu com as constantes faltas e Zé Roberto mostrou boa movimentação. Os nomes do Grêmio no primeiro tempo foram Werley, Bressan e Dida, ambos da defesa.

 

As duas equipes voltaram sem mudanças para a segunda etapa.

 

Segundo tempo de gols e vitória do time da casa

Ao contrário da primeira etapa, o Grêmio conseguia tocar a bola com menos dificuldades. Mas a facilidade durou pouco tempo, pois o Galo voltou a pressionar em busca do gol e cavou um pênalti, onde Dida derrubou Alecsandro dentro da área, lance que revoltou os jogadores, argumentando que o atacante se jogou. Ronaldinho cobrou e abriu o placar, para a festa dos atleticanos.

 

Atrás do marcador, o time gaúcho precisava mudar a postura defensiva que apresentava em campo, foi então que Luxemburgo sacou Adriano e mandou mais um meia para o jogo. Biteco entrou, mostrou movimentação mas não obtinha êxito nos cruzamentos.

 

O tempo passava e o gol de empate não saía. Enquanto o técnico gremista trocou a sua dupla de ataque, Cuca mandou um volante a campo. Mesmo com as alterações, o Grêmio não conseguiu impor perigo ao gol de Victor, enquanto o time mineiro assustou novamente em jogada do seu camisa 10, para mais uma grande defesa de Dida.

 

Os cinco minutos de acréscimo dados pelo juiz ajudaram o Galo a ampliar o placar, mais uma vez com Ronaldinho Gaúcho, em jogada de Neto Berola.

 

No fim da partida, o jovem Lucas Coelho desperdiçou uma grande chance de gol para os visitantes, mandando para fora.

 

O Galo conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro e saiu da lanterna. Com a primeira derrota, o Grêmio caiu para a oitava colocação, com sete pontos.

 

Próximos confrontos das equipes:

12/06- Grêmio x São Paulo, na Arena do Grêmio

12/06- Santos x Atlético-MG, na Vila Belmiro.

VAVEL Logo