Ronaldinho Gaúcho completa 50 jogos pelo Atlético
Ronaldinho Gaúcho comemorando mais um gol no jogo 50 pelo Galo (Foto: Bruno Cantini/Atlético Mineiro)

Foi mais a contratação mais polêmica e surpreendente dos últimos tempos atleticanos. Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, até então 32 anos, de saída do Flamengo após um projeto que não rendeu frutos, desembarcava em Belo Horizonte e era anunciado como novo reforço do Atlético para a temporada. O assunto pegou de surpresa, os torcedores do Galo, do Brasil inteiro, e a imprensa, como uma jogada fenomenal do craque. Junto com ele, a pergunta que ficou no ar: O que esperar de Ronaldinho Gaúcho após uma passagem fracassada pelo rubro negro carioca?

A apresentação do jogador foi na tarde de uma segunda-feira, 4 de junho, na Cidade do Galo, após um treinamento com os novos companheiros. Sua estreia foi no sábado (9), contra o Palmeiras. O primeiro gol aconteceu na primeira partida diante da torcida atleticana. Na goleada do Atlético sobre o Náutico por 5 a 1, Ronaldinho deixou sua marca cobrando pênalti, e o tempo foi respondendo as perguntas de todos que ousavam questionar seu talento.

De dúvida, foi virando ídolo. Sua confiança em executar suas jogadas de habilidade, foi aparecendo durante as partidas, e os atleticanos se deram conta de que um novo ídolo estava em campo. Um caso de amor entre o craque e o torcedor, foi ficando mais explícito, até chegar ao ponto em que os alvinegros fizeram o jogador chorar.

Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho, não estava bem de saúde. O meia chegou a pensar em encerrar a carreira para cuidar dela. Entretanto, jogar futebol é uma das paixões do craque. O torcedor atleticano abriu uma bandeira com um foto dele com a pessoa que ele mais ama neste mundo. A resposta foi imediata. Um golaço contra o Figueirense e o choro emocionado do rapaz, que logo foi amparado por seus companheiros. A certeza que ficou foi de que este caso de amor entre Ronaldinho e os alvinegros, não teria mais fim. Já foi reverenciado pelo maior ídolo da história do Atlético-MG, Reinaldo, um feito que poucos conseguiram.

Completados um ano e cinco meses na nova casa, Ronaldinho ganhou um estadual, marcando o gol do título sobre o maior rival, o Cruzeiro. Pode levar o Atlético a conquista da Taça Libertadores da América, no segundo semestre, e completou 50 jogos pelo clube, sendo responsável direto pela primeira vitória atleticana no Campeonato Brasileiro 2013, diante do Grêmio. O meia marcou dois gols, e chegou a 19 com a camisa do Galo.

A tendência é que estes números só aumentem, pois a qualidade do jogador, mesmo com 33 anos, é inegável. E o torcedor alvinegro continuará reverenciando seu camisa 10, na atualidade, seu maior craque. 

VAVEL Logo