Inter vasculha mercado e estuda o nome de Adriano Imperador

As dificuldades para encontrar um nome de peso para o ataque pode fazer o Inter tirar uma carta surpreendente da manga. A mera sondagem por Adriano deixa claro que a direção do Internacional não medirá esforços para reforçar o setor ofensivo. Aos 31 anos, o Imperador não entra em campo há mais de um ano, mas tem um currículo recheado de artilharias e títulos, tanto individuais, quanto pelos clubes onde passou. O último clube que o centroavante defendeu foi o Flamengo, ainda que não tenha entrado em campo, enquanto convivia com faltas a treinamentos e noitadas intermináveis em sua passagem relâmpago de 75 dias no Rubro-Negro carioca. Seu último jogo foi em 4 de março do ano passado, pelo Corinthians, contra o Santos.

O contrato que vem sendo ventilado inclui salário por produtividade, e com duração curtíssima - até o final do ano. A primeira sondagem mostrou um Adriano em melhor forma e disposto a voltar aos gramados, o que animou Dunga, que avalizou o negócio. O treinador conhece o Imperador dos tempos de Seleção, onde chegou a apostar no atacante, apesar de não ter o levado para nenhuma das competições nas quais treinou o Brasil, à exceção das Eliminatórias. Além disto, a direção gostou do que viu, e ficou ainda mais disposta a fazer a aposta. Ninguém admite publicamente o interesse do Inter no atleta - nem o clube, nem a assessoria do jogador, que não confirma, mas também não nega qualquer contato do clube gaúcho pelo centroavante.

Mais negócios no Beira-Rio

Após a saída de Rodrigo Moledo para o futebol ucraniano, surgiu mais uma especulação sobre baixas no elenco colorado. O Shakhtar Donetsk, também da Ucrânia, fez proposta oficial pelo meia Fred, mas o empresário Roberto de Assis Moreira diz que há outros clubes interessados em contar com o futebol do garoto de 20 anos. O Internacional descarta qualquer possibilidade de negociar o atleta.

VAVEL Logo