Mesmo com empate polêmico por 1 a 1 com o Atlético-GO, Paraná segue no G-4

Em partida válida pela 31ª rodada da Série B, o Paraná Clube recebeu o Atlético-GO na Vila Capanema, na noite desta terça-feira (22). Na luta para se manter no G-4, o Tricolor buscava a vitória e dominou boa parte da partida. Já os Goianos apostavam nas jogadas de contra-ataque para surpreender os donos da casa. Com as melhores chances, o Paraná saiu na frente com Luisinho, aos 27 minutos da segunda etapa, mas no apagar das luzes, viu Jorginho empatar, aos 48 minutos. Um empate um tanto polêmico, já que o gol de empate foi marcado após o término do tempo de acréscimo estipulado pela arbitragem.

Com o resultado, o Paraná Clube ocupa a 4ª posição, com 40 pontos, o mesmo número de pontos do 5º colocado Avaí, que possui um jogo a menos. O Tricolor volta a campo no sábado (26), para enfrentar o Joinville, em Santa Catarina. Para o Dragão, o empate não foi nada bom. Com os outros resultados, os goianos caíram para a 18ª posição e agora buscam a recuperação na sexta feira (25), contra a Chapecoense, no Serra Dourada.

Dragão segura a pressão dos donos da casa

Com uma semana cheia para trabalhar, as equipes entraram em campo dispostas a fazer uma partida muito movimentada. Com três atacantes, o time de Dado Cavalcanti pressionou o time goiano desde os primeiros minutos. O Tricolor aproveitava a posse de bola para trocar bons passes e chegar a área do adversário. Pelo lado do Atlético-GO, as chances apareciam nos belos contra ataques criados pela equipe de PC Gusmão, por duas vezes Luis Carlos salvou o Paraná com belas defesas.

Após os sustos e as reclamações de Dado Cavalcanti, o tricolor passou a dar mais atenção para a marcação na meia cancha e conseguiu frear o time goiano. Quase no fim da primeira etapa, o Paraná pediu pênalti em Edson Sitta, que sofreu falta na risca da área. O árbitro assinalou falta e na cobrança, Márcio defendeu o chute de Lucio Flávio.

Paraná marca, mas Atlético-GO empata depois do fim do acréscimo

Diante de 11.718 torcedores que compareceram na Vila Capanema, o Paraná voltou para a segunda etapa muito nervoso. Precisando do resultado, o Tricolor ainda pressionava muito o time goiano, mas pecava nos cruzamentos e chutes de longa distância. Sem mudar o estilo de jogo apresentado na primeira etapa, o Dragão continuava apostando nos contra ataques e em um erro do tricolor, quase abriu o placar aos 20 minutos, com Juninho.

Mesmo jogando melhor, Dado Cavalcanti resolveu mudar a equipe aos 17 minutos, e tirou Kayke, para a entrada de Luisinho. E a estrela do jovem meia não demorou para brilhar. Aos 27 minutos, Paulinho acertou belo cruzamento e Luisinho precisou chutar duas vezes para enfim, abrir o placar. Logo depois do gol, o tricolor ainda teve outras duas chances, mas Edson Sitta e Paulinho desperdiçaram as oportunidades.

Já no fim da partida, o árbitro Arilson Bispo da Anunciação assinalou 3 minutos de acréscimos. Mesmo com o tempo estipulado já esgotado, o juiz deixou o jogo correr e em uma bola cruzada, Jorginho apareceu livre para empatar a partida. O lance gerou muita reclamação por parte da equipe tricolor, que perdeu dois pontos importantíssimos na luta para voltar à elite.

Na luta contra o rebaixamento, Paysandu vence o ABC por 1 a 0

Em jogo atrasado da 29ª rodada da Série B, o Paysandu recebeu o ABC-RN na noite desta terça-feira (22), no Estádio Mangueirão, em Belém. Na briga para sair da zona de rebaixamento, o Papão venceu a partida por 1 a 0, com um do lateral direito Yago Pakachu. Com o resultado, o bicolor ganhou duas posições na tabela e agora é o 17ª com 32 pontos. Já o Mais Querido se manteve na 16ª colocação, com 35 pontos ganhos.

VAVEL Logo