Após novela, Renato Gaúcho é anunciado como novo técnico do Fluminense
(Foto: Lucas Uebel, AFP e Terra)

A queda de braço entre Peter Siemsen e Celso Barros chegou ao fim e Renato Gaúcho foi escolhido para ser o técnico do Fluminense em 2014. A confirmação veio nesta terça-feira (24), através do novo vice de futebol, Ricardo Tenório

"Esta será a quinta passagem do treinador pelo clube"

Pelo clube, Renato Portaluppi foi o comandante no título inédito da Copa do Brasil (2007) e na campanha finalista da Libertadores da América (2008). Em seu último trabalho, levou o Grêmio ao vice-campeonato brasileiro, garantindo classificação direta para a competição sul-americana. Esta será a quinta passagem do treinador pelas Laranjeiras, onde já trabalhou em 2002, 2003, 2007 e 2009.

Confira a nota emitida pelo clube

"Renato Gaúcho é o novo técnico do futebol profissional do Fluminense. Por decisão do presidente do clube, Peter Siemsen, em conjunto com a patrocinadora e, com participação decisiva do vice de futebol Ricardo Tenório, o novo treinador acerta com o Tricolor e irá comandar o time na temporada de 2014.
 
Ídolo dentro e fora dos gramados, Renato Gaúcho já comandou a equipe tricolor em outras quatro oportunidades. A primeira se deu em 2002, a segunda em 2003, a terceira em 2007, e a quarta em 2009, e como interino por dois jogos em 1996. Em 2007, Renato esteve à frente do Tricolor na conquista inédita da Copa do Brasil e no ano seguinte levou o time até a final da Libertadores".
 
Queda de braço
 
A guerra de egos entre Peter Siemsen e Celso Barros fez com que a demora no anúncio do novo treinador esquentasse o clima entre os dois representantes. Após entrevista a Rádio Globo, o presidente da patrocinadora deixou claro sua opinião sobre o caso.
 
"Não vou ficar aqui refém de posições de grupos políticos ou do presidente. Queremos preservar os investimentos para termos os resultados que tivemos em 2010, 2011 e 2012 e que infelizmente não tivemos em 2013. O que eu falei foi que, se o Fluminense quer fazer sua vontade, vai arcar com suas decisões - disse Celso Barros"
 
O planejamento inicial de Peter Siemsen era de que o Fluminense e a patrocinadora continuassem pagando o mesmo valor padrão pela comissão técnica, porém, o nome de Ney Franco - preferido pelo presidente do clube - não agradou a Celso Barros, criando o impasse.  Após várias reuniões, um acordo foi estabelecido que beneficiaria ambos os lados e o nome de Renato Gáucho foi anunciado.
 
"Falou-se muito, mas nunca houve discussão nem racha, sempre consenso entre o presidente e a patrocinadora.  É um projeto vitorioso em que o presidente e a patrocinadora acreditam nele. Houve discussão de detalhes, com a participação de um e de outro, mas o Renato sempre foi consenso" - explicou Ricardo Tenório
 
Renato Gaúcho assinará com o Fluminense já na manhã desta quarta-feira (25) e sua comissão técnica receberá cerca de R$ 550 mil, valor que será pago integralmente pelo patrocinador. 
VAVEL Logo